Publicidade

Estado de Minas

Professores da rede municipal continuam greve e mantêm ocupação na secretaria

De todos servidores que estava em greve desde 6 de maio, apenas os educadores mantêm a paralisação sem aceitar proposta da PBH


postado em 04/06/2014 11:45 / atualizado em 04/06/2014 11:48

Professores da rede municipal de educação decidiram, em assembleia nesta quarta-feira, continuar a greve que começou dia 6 de junho. O grupo se reuniu na Avenida Afonso Pena, em frente à sede da prefeitura, mas ocupou apenas duas faixas da via. Em seguida, entraram em ônibus e seguiram para o prédio da Secretaria Municipal de Educação, na Rua Carangola, no Bairro Santo Antônio, para apoiar colegas da categoria que mantêm uma ocupação no sétimo andar do edifício.

Somente os servidores da educação continuam em greve. Outras categorias que estavam paralisadas resolveram aceitar a proposta da PBH e voltam ao trabalho esta semana. Isso significa que aceitaram a proposta de reajuste salarial de 7%, divididos em duas etapas: 3,5% incorporados a partir da folha de pagamento de julho e mais 3,5%, a partir da folha de novembro.

Além do reajuste, está previsto um acréscimo de 8,82% ao vale-refeiçãoo, a partir de novembro, elevando o valor unitário do vale para R$ 18,50.A demanda inicial dos servidores era de 15% de aumento salarial e o reajuste do vale refeição para R$ 28.

Lembrando que os funcionários do BH Resolve ainda não aceitaram oficialmente a proposta da prefeitura, apesar de já sinalizarem pelo fim da greve. Eles vão votar em assembleia na tarde desta quarta-feira.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade