UAI
Publicidade

Estado de Minas

Presa foragida da Justiça que integra lista dos 12 mais procurados em Minas

Com mais esta prisão, chega a cinco o número de foragidos recapturados em menos de uma semana


postado em 07/10/2011 22:12 / atualizado em 08/10/2011 17:48

*Atualizada em 08/10/11, às 17h51

Edna é apontada como uma das maiores traficantes da Região Nordeste da capital(foto: Seds/Divulgação)
Edna é apontada como uma das maiores traficantes da Região Nordeste da capital (foto: Seds/Divulgação)
Foi presa nesta sexta-feira Edna dos Santos Rodrigues, de 39 anos, que integra a lista dos 12 criminosos mais procurados de Minas Gerais divulgada no começo desta semana. Com mais esta prisão, chega a cinco o número de foragidos recapturados após lançamento da campanha “Procura-se”, lançada pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds-MG).

Edna é apontada pela polícia como uma das líderes do tráfico de drogas no Bairro Paulo VI, Região Nordeste de Belo Horizonte. Ela foi presa em um barracão no Bairro Castanheira, em Sabará, na Grande Belo Horizonte, após denúncia anônima registrada no 181, telefone do Disque Denúnica que garante anonimato do denunciante.

“Ela veio para Sabará assim que viu seu nome sendo divulgado na mídia. Em nenhum momento ela esboçou qualquer tipo de resistência”, conta o sargento Cristiano Gomes Queiroz, da 15ª Companhia Independente da Polícia Militar, responsável pela prisão de Edna.

Segundo o policial, nada foi apreendido no imóvel onde a foragida se escondia. “Ela afirmou que assim que viu sua foto na lista dos procurados começou a procurar um advogado, pois tinha intenção de se entregar à Justiça”, destaca.

Das cinco prisões efetuadas até o momento, Mauro e Edna seria contaram com a colaboração de denúncia anônima, foco da campanha lançada pela Seds. A primeira prisão ocorreu na terça-feira à noite, em Santos, litoral paulista, quando a polícia localizou Ângelo Gonçalves de Miranda Filho, de 29 anos, conhecido como Pezão. Na manhã seguinte foi preso, na mesma cidade, Bruno Rodrigues de Souza, o Quén-Quén. A dupla, apresentada nesta sexta-feira na capital mineira, é suspeita de integrar o Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa de São Paulo.

Também na quarta-feira Carlos Henrique Evandro Beirão Aragão, de 24, o Caique e Mauro Pereira da Silva, de 32. Caique, acusado de homicídio e tráfico de drogas, foi entregue no Departamento de Investigações e levado para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) São Cristóvão. Já Mauro, acusado de tráfico de drogas, foi preso na casa onde morava, em Esmeraldas, na Grande BH.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade