Publicidade

Estado de Minas

Blitzes da Lei Seca flagram 22 motoristas dirigindo alcoolizados em BH


postado em 30/07/2011 11:42 / atualizado em 30/07/2011 14:53

Os saldo de motoristas com sintomas de embriaguez pegos pelas blitzes da campanha "Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida" não para de crescer. Da noite dessa sexta-feira até a madrugada deste sábado, 22 pessoas foram flagradas dirigindo após consumo de álcool. Destas, 15 cometeram infração de trânsito e terão de pagar multa de R$ 957,70 e tiveram a carteira recolhida. Outras sete, cometeram crime de trânsito, por dirigir com índice de teor etílico acima de 0,34 miligramas por litro de ar expelido. Neste caso, a pessoa é processada por embriaguez.

De acordo com os dados da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), 214 veículos foram abordados, foram feitos 135 testes de bafômetro. Desde que começou a campanha, há duas semanas, 168 motoristas foram flagrados, sendo que 47 deles por dirigir com índice de teor etílico acima de 0,34 miligramas por litro de ar expelido, o que deixa de ser infração para se tornar crime de trânsito.

A partir da quinta-feira, as blitzes prometem mais rigor. Os motoristas que se recusarem de soprar o bafômetro (etilômetro), indiferentemente de apresentarem indícios de ter consumido ou não bebida alcoólica, serão penalizados com a apreensão da carteira de habilitação e multa de R$ 957,70.

O Comitê Gestor de Trânsito (CGT), comandado pelo secretário de Defesa Social, Lafayette Andrada, havia decido inicialmente por blitzes flexíveis, ao contrário do bem-sucedido modelo linha-dura do Rio de Janeiro. Porém, na semana passada a Seds recuou e decidiu fazer a revisão de sua atuação.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade