Publicidade

Estado de Minas

Sargento é preso em Valadares ao cobrar dívida de imigração ilegal


postado em 29/08/2008 07:32 / atualizado em 08/01/2010 04:21

Um sargento da divisão do Exército em São Paulo foi preso na noite de anteontem em uma casa no Bairro Vera Cruz, na periferia de Governador Valadares, por porte ilegal de arma de fogo. Ele foi detido com uma pistola nove milímetros, de uso restrito das Forças Armadas, e um revólver calibre 38. O sargento foi preso após uma denúncia anônima. A Polícia Militar foi informada de que um grupo de cinco pessoas, liderado pelo terceiro sargento do Exército Eraldo Dias do Nascimento, de 45 anos, estaria na cidade para cobrar dívidas referentes à imigração ilegal aos Estado Unidos.

O cônsul (nome dado a quem alicia e leva pessoas ilegalmente para o exterior), que não teve o nome revelado, teria cobrado cerca de U$ 36 mil dólares para levar uma amiga do sargento para os Estados Unidos, usando como caminho uma rota alternativa que teria descoberto, passando pelas Bahamas. A tentativa de imigração aconteceu em fevereiro deste ano, e a amiga do sargento foi presa tentando entrar ilegalmente em território americano.

O sargento teria vindo a Valadares cobrar o dinheiro, já que o acordo não foi cumprido. "Eu disse a ela para virmos e pressionar esse ‘cônsul’ a devolver o dinheiro. Não era a intenção matá-lo, apenas forçá-lo a entregar o dinheiro. Caso conseguisse, acredito que ela me entregaria alguma porcentagem desse valor", disse o sargento, que está detido na Unidade do Tiro de Guerra de Governador Valadares e deve ser levado para o quartel do Exército de São Paulo nos próximos dias.

Eraldo prestou depoimento na delegacia da Polícia Civil. Segundo o delegado Fábio Henrique de Souza, Eraldo não tem autorização para andar com pistola e também não tem o registro do revólver. "Mesmo se ele fosse um oficial do Exército, ele somente poderia andar com a pistola se estivesse a serviço", comentou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade