UAI
Publicidade

Estado de Minas Arte final

Investir em mídia é fundamental na Black Friday


07/11/2021 04:00

O lendário Velho Guerreiro Chacrinha universalizou um chavão que se tornou mantra na publicidade: "Quem não se comunica, se trumbica". Afinal, de que adianta ter produtos e serviços bons e o melhor preço do mercado se o consumidor não ficar sabendo? Esse é um dos dilemas para muitos comerciantes neste período de Black Friday. A data foi criada nos Estados Unidos justamente para fazer a alegria dos consumidores. É o momento em que as promoções de 70%, 80% e até 90% mexem com a cabeça do povo. 

ESTRATÉGIAS Este ano, para os varejistas, a expectativa é de recuperação depois do período mais agudo da pandemia da Covid-19, que levou ao fechamento do comércio. Porém, para fazer a conversão desses "desejos", uma boa comunicação é fundamental, o que torna o investimento em mídia o diferencial entre o sucesso e o fracasso nas vendas. 
 
Desenvolver boas estratégias de comunicação é tão importante quanto abaixar os preços. E não importa se a empresa é pequena ou uma marca internacional. Nos últimos anos, tanto mídia digital quanto as convencionais, compra direta ou indireta de espaço publicitário, foram determinantes para os varejistas obterem sucesso na Black Friday. E com o aumento da concorrência digital, tanto no e-commerce quanto nos marketplaces, quem investe mais em publicidade gera melhores resultados. 

MÍDIAS INTEGRADAS Mesmo antes da pandemia, os formatos digitais de publicidade já vinham em forte expansão. Em 2019, o valor alocado em mídia digital ultrapassou, pela primeira vez, a publicidade tradicional nos Estados Unidos. Já no Brasil, no ano passado, a internet respondeu por 26,7% do total investido em publicidade. Para 2021, um estudo do IAB Brasil trouxe previsões e tendências para o setor: 63% das agências e anunciantes (buy side) disseram que investem mais da metade de seu orçamento de publicidade em meios digitais. No entanto, a mídia tradicional, com seus inúmeros formatos de comunicação com o cliente (rádio, TV, jornais, revistas, entre outros) complementa o digital. Por isso, o ideal é sempre buscar uma composição de cardápio que ofereça opções de mídia integrada. Todo varejista deve estar atento às necessidades de seu consumidor e não deixar para fazer tudo em cima da hora, pois a concorrência não dorme e seu cliente não espera. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade