Publicidade

Estado de Minas arte final

Papais Noéis pretos importam


29/11/2020 04:00

Reflexão: a criança questionadora se transforma no Papai Noel negro da família (foto: Boticário/Divulgação )
Reflexão: a criança questionadora se transforma no Papai Noel negro da família (foto: Boticário/Divulgação )

 
Entramos em contagem regressiva para o Natal. Depois da Black friday, aos poucos, a cidade e as propagandas vão tomando as cores e o formato da época. Mas, em tempos de pandemia e intolerância radical, como anda o espírito natalino? Os temas dos comerciais, nos últimos anos, já estavam norteados pela inclusão, engajamento, diversidade... Este ano, porém, o tom subiu. O grito por igualdade racional ecoa pelos quatro cantos do planeta e ficou ainda mais retumbante por aqui, depois do caso João Alberto, negro espancado até a morte por seguranças brancos no hipermercado Carrefour. 
 
Como é tradição, ficamos aguardando ansiosamente os comerciais mais belos e emocionantes dessa época. Antes, era mais fácil eleger qual propaganda mexia mais com o público. Com a diversificação das mídias, agora, é preciso estar mais atento. Nem sempre um comercial que aparece nas redes sociais roda na TV aberta. E ainda tem as versões de uma mesma marca para mídias diferentes. O desafio para o mercado publicitário, então, é traduzir todos os sentimentos sem perder a magia do Natal. A meta, claro, é impactar o coração do consumir, para manter aquecida a tradição de presentear na data comercial mais importante do ano. 

AÇÃO TRANSFORMADORA E quem abriu a temporada de propagandas em alto estilo foi O Boticário. A marca lançou sua campanha, exatamente no Dia da Consciência Negra (20/11), "apertando a ferida". Foi uma grande sacada o filme contextualizado na década de 1980, época em que o padrão europeu natalino era fortemente importado pelas mídias brasileiras. O comercial mostra uma inquieta criança como protagonista. Observador, o menino registra na memória as diversas imagens temáticas, incluindo os festejos em sua própria casa, e todas remetem a um mesmo padrão estético para o Papai Noel. "Com tanto Papai Noel no mundo, por que nenhum era como eu?", questiona o garoto. O filme corta para 2020. E aquele garoto, que desejou e acreditou que seus sonhos seriam possíveis, transforma sua inquietação de não se ver representado no Natal em ação, para mudar a realidade racial dos tempos atuais, tornando-se o Papai Noel negro de sua família. Para ver o filme, acesse: https://www.youtube.com/watch?v=SXH_aYoGlSk
 
COMPROMISSO De acordo com a empresa, a história do filme compõe uma série de iniciativas preparadas para celebrar o Natal de 2020. "Mas não é somente isso. Toda a campanha criada pela AlmapBBDO reafirma o compromisso do Boticário com a equidade racial em sua comunicação e atuação no mercado de beleza. O comercial ainda traz a mensagem sobre a importância de acreditarmos nos nossos sonhos", informa em nota à imprensa. A proposta da marca é contribuir para uma reflexão necessária, dentro e fora das telas. "O combate ao racismo e a luta pela equidade racial devem ser atitudes o ano todo, mas o Boticário escolheu a data mais importante do varejo para mobilizar a sociedade. E começou com esse movimento dentro de casa", acrescenta a nota.

EMOÇÃO NO MAKING OF A produção da Campanha foi marcada pela pauta da diversidade, e foi além do casting. A convite da marca, Ton Valentim, fotógrafo, artista, ativista e?videomaker, foi o codiretor do filme, ao lado de Dulcídio Caldeira,?sócio e diretor de cena da Boiler Filmes. A produção conta também com nomes como Maika Mano, assinando o figurino, e Alma Negrot arrasando na make.  
 
o making of do filme, atores, diretores, equipe técnica e de produção contam mais sobre a experiência de dividir o set de filmagem sobre a representatividade e o espaço social que todos têm direito de ocupar. E como ações simples são tão transformadoras. Veja o making of acessando o  link https://www.youtube.com/watch?v=WHgAEnxhRp8. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade