Publicidade

Estado de Minas Alegria, alegria

Empresas oferecem soluções criativas para animar as festas dos clientes em casa

Uma das opções é receber a decoração dentro de uma caixa de madeira, embalada para presente e transportada em um carrinho com rodinhas


postado em 12/07/2020 04:00 / atualizado em 12/07/2020 11:02

Handmade Festa(foto: Handmade Festa/Divulgação)
Handmade Festa (foto: Handmade Festa/Divulgação)
O bom da vida é celebrar. Com esse propósito, empresas de festa encontram soluções criativas para não deixar as comemorações de lado durante a pandemia. Duas delas oferecem kits personalizados de decoração para aniversários, enquanto outra desenvolveu um modelo inédito de cenografia para continuar animando os clientes. Quatro meses depois do início do isolamento, todas apostam no retorno das festas menores e mais intimistas, que devem se firmar no mercado.
 
Quando veio a pandemia, a idealizadora da Handmade Festa, Anna Carolina Camillo, teve a sensação de que estava tudo perdido. “Tive certeza de que festa seria a última necessidade no mundo, mas foi uma surpresa grande. As mães estão querendo comemorar o aniversário dos filhos, mas só com o necessário. É um acalento poder oferecer pelo menos um bolo e cantar  o parabéns”, diz a relações-públicas, que faz kits personalizados para festas em casa.
 
Na quarentena, Anna Carolina resgatou um produto lançado há cinco anos, no início da empresa, mas que ficou de lado quando ela começou a ser procurada para decorar as festas presencialmente. A motivação dela era propor uma festa em casa sustentável, sem excessos e sem gerar lixo. Por isso, os kits contêm objetos que podem ser reaproveitados. Nada é de plástico. “A ideia é fazer festas diferentes, únicas e coloridas sem perder a simplicidade, o foco no que é essencial, e ajudando o meio ambiente.”
 
Roupa de Papel(foto: Roupa de Papel/Divulgação)
Roupa de Papel (foto: Roupa de Papel/Divulgação)
 
Antes, a Handmade oferecia kits prontos; agora, só atende por encomenda. O trabalho é bem artesanal, o que resulta em uma decoração totalmente personalizada. Anna Carolina conversa com as mães e pede fotos do local onde será a festa para começar a planejar a decoração. “Inicio o projeto com um moodboard. Depois que a mãe aprova, ele vira o convite digital para os convidados se reunirem em determinado horário por videoconferência, cada um na sua casa”, explica.
 
As mães podem encomendar o kit digital de papelaria (recebem o arquivo para imprimir e recortar em casa) ou o kit completo, com papelaria pronta, itens utilitários e decorativos. Há pôsteres, bandeirinhas ou guirlandas para o fundo da mesa, bolas colmeia de papel, chapéus de aniversário, balões, copos e pratos de papel biodegradável, vela, topo e suporte de bolo e bandeja artesanal. “Uso alguma bandeja do nosso acervo, que foi usada só uma vez em alguma festa. A ideia é reutilizar.”
 
Os temas escolhidos vão desde hipopótamo, folclore brasileiro e bicicleta até ideias mais abstratas, como bolas coloridas. “Já fiz uma decoração a partir de uma história que a mãe da criança inventou, chamada Leão, macaco e o menino da camisa amarela. Foi muito legal porque os personagens ganharam forma na festa.” A mãe recebe fotos da mesa montada para se guiar. Há a opção de mandar bolo e doces da confeitaria parceira Raining Sugar. Os kits custam a partir de R$ 190.
 
Rajão Animação(foto: Rajão Animação/Divulgação)
Rajão Animação (foto: Rajão Animação/Divulgação)
 
Melissa Almeida sempre acreditou na simplicidade da festa em casa. Tanto que nunca comemorou o aniversário da filha de 7 anos em bufê. Há dois anos, ela abriu a Roupa de Papel, especializada em kits de decoração. “Fui a várias festas com o tema Frozen e todas eram idênticas, não queria assim. Queria trazer o conceito da festa afetiva, de unir famílias e criar memórias.” Em três meses, desde o início da quarentena, ela vendeu mais do que em toda a trajetória da empresa.
 
Como sempre teve habilidades manuais, Melissa não ficou restrita à papelaria. Costura, borda, faz crochê, cartonagem etc. Como ela mesma explica, tenta construir algo artesanal e que possa ser reutilizado. Nunca quis fazer uma decoração para jogar fora depois.
 
“No meu kit vão caixas de MDF com tampa forradas de tecidos diferentes, que combinam com o tema da festa e que servem de bandeja. Depois a cliente pode colocar a caixa no armário, closet, banheiro, ou lavabo”, aponta. O mesmo acontece com o caminho de mesa (ou passadeira), que vai com detalhes em crochê. Passada a festa, pode ser usado em um lanche ou piquenique, por exemplo. Os quadrinhos em MDF ou cartonagem são ótimas opções para decorar o quarto da criança ou virar porta-retrato pós-festa.

Handmade Festa(foto: Handmade Festa/Divulgação)
Handmade Festa (foto: Handmade Festa/Divulgação)

Os kits custam a partir de R$ 184. O mais completo ainda tem bandeirolas de tecido ou papel, topo de bolo, topper para os doces, flâmulas, discos de MDF forrados que servem como bandeja, velas e arranjo para flores (cachepot de crochê ou potes de vidro decorados). Na quarentena, a novidade é o kit “sopra vela” que, além de itens decorativos, vai com bolo e doces da Doce Lu, pirulitos de chocolate personalizados da Eduarda Ballesteros e massas com molho da Spoleto.
 
Nenhum kit fica igual ao outro. “Mesmo se trabalhar o mesmo tema, vou mudar algum detalhe, porque tem que ser algo único e exclusivo, feito para aquela criança.” Melissa faz várias pesquisas, pergunta do que o aniversariante gosta e desenvolve toda a arte no computador. Entre os temas já contratados estão donut, picolé, natal, ninja, meios de transporte, ovelha, melancia, cactos e dinossauro. Além de ser personalizado, o kit tem a vantagem de proporcionar momentos em família. No fim das contas, todos em casa ajudam na decoração da festa, e é isso o que fica na memória.
 

Cenografia na caixa

 
Antes da pandemia, a Rajão Animação fazia cerca de 20 festas por mês. De repente, o número despencou para zero. Acostumado a eventos com recreação, personagens fantasiados, mesas decoradas com luzes e música ao vivo, Leandro Rajão teve que pesquisar como levar alegria e diversão para a casa dos clientes. Assim, surgiu a Festa in Box, que reúne em uma caixa toda a cenografia da comemoração.
 
Rajão Animação(foto: Rajão Animação/Divulgação)
Rajão Animação (foto: Rajão Animação/Divulgação)
A empresa entrega em casa uma caixa de madeira em um carrinho com rodinhas. Com 80cm de largura e 4kg de peso, é fácil de ser posicionada em qualquer espaço. “Usamos sempre a mesma caixa, mas por dentro a história é diferente a cada vez. Personalizamos as quatro laterais por dentro com o tema da festa.”  Luz estrobo, painel de LED, balão e caixa de som fazem parte da cenografia. Como complemento, o cliente pode pedir bolo e docinhos. Tudo é surpresa para o aniversariante.
 
A equipe monta, explica como manusear os equipamentos (a caixa de som fica escondida) e vai embora. Na maioria dos casos, ninguém tem contato com o aniversariante. Leandro orienta quem o contratou a criar um clima de suspense na hora de abrir a caixa. “Sugiro fazer a contagem regressiva, tirar a tampa com o laço e abaixar de uma vez as  laterais da caixa. Ali dentro está toda a decoração e cenografia, com bolo, docinhos e música relacionados ao tema. É um momento emocionante”, conta.
 
Roupa de Papel(foto: Roupa de Papel/Divulgação)
Roupa de Papel (foto: Roupa de Papel/Divulgação)
A caixa pode ser adaptada para qualquer tema, tudo depende do sonho do aniversariante (crianças e adultos). Em uma festa do filme Transformers, um dos personagens apareceu para cantar o parabéns. Para o aniversário de 78 anos de um casal, com o tema jardim, a caixa se encheu de gérberas e suculentas de verdade. Já a festa de 50 anos de uma cliente teve o tema viagem. “Com a pandemia, a viagem dela para Fernando de Noronha com a família foi adiada. As três irmãs se juntaram e fizeram a festa. Ela ficou emocionada de ver o carinho.”
 
Em junho, a Rajão Animação fez 15 Festas in Box e a expectativa é de aumento da procura. Na opinião de Leandro, a pandemia deu início a uma nova tendência, de comemorações pequenas, simples e com poucos convidados. “A caixa é um produto que veio para ficar, principalmente para clientes que não querem investir tanto em decoração.” O valor inicial é de R$ 1,2 mil.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade