Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Óculos para se destacar

De garimpadora de brechós, fotógrafa se transforma em designer de óculos e comanda marcaem Belo Horizonte que privilegia detalhes ousados para criar modelos conectados com a moda


postado em 20/01/2019 05:08

(foto: leca novo/divulgação)
(foto: leca novo/divulgação)



Quanto mais exótico, melhor. É esse o lema da marca de óculos Moon, que tem incentivado os mineiros a ousar nas produções. “Você pode usar preto todos os dias, mas, com um óculos diferente, consegue ser camaleão”, observa a fotógrafa Lara Lima, que assina as criações. Mesmo na linha clássica, ela sempre inclui um detalhe ou uma cor que deixam a peça marcante.


Vem de longa data a atração da fundadora da Moon por óculos diferentes. Ela não se esquece de uma foto de criança usando um modelo redondo com lentes azuis. Lara estudou design, mas acabou escolhendo a fotografia como profissão. O rumo da sua vida começou a mudar depois de um intercâmbio na Irlanda, há sete anos. “Visitei vários brechós e comprei óculos muito diferentes. Quando voltei ao Brasil, os meus amigos pediam para comprar as minhas peças. Então, todo vez em que viajava, fazia uma curadoria e trazia óculos para vender, todos exóticos”, conta.


Não demorou muito para Lara ter a ideia de fabricar uma linha de óculos. Dessa forma, uniu a paixão pelo acessório com o desejo de voltar a desenhar. A primeira criação, de nome Benedito, tem lentes arredondadas. “Lá atrás, se você visse um óculos arredondado, era da Moon. Na época, essa moda ainda não tinha voltado”, lembra. O modelo continua a ser fabricado e se tornou um clássico da marca, justamente porque consegue se adaptar a qualquer tipo de rosto.


Hoje, já são mais de 70 modelos, entre femininos e masculinos, ousados e clássicos, todos com algum detalhe diferente. “Sempre tive dificuldade de fazer óculos comum. Tenho um masculino quadrado, padrão, mas não deixa de ter um detalhe, como uma ponte no meio do nariz. Por isso, agrada homens que entendem mais de moda”, aponta.
Desde o ano passado, a marca apresenta duas coleções por ano para seguir as datas de lançamento do atacado. O verão chegou este mês às lojas. Pensando no aquecimento global, Lara criou no ensaio uma atmosfera em que os modelos usam roupas que protegem a pele do sol e aparecem ao lado de frutas, que representam uma comida mais leve, necessária para enfrentar o calor. As cores escolhidas traduzem bem o clima quente do verão, entre elas vermelho, laranja, pink, amarelo e verde limão, na onda do néon.


Uma das apostas da Moon para a temporada é o translúcido. “É uma chapa de acetato sem pintura, só com tratamento, que fica transparente. Não é novidade, já tem sido utilizada há um tempo, mas resulta em um óculos altamente verão por ser leve. Além disso, você não vai ter problema nenhum para combinar roupa”, justifica. Em alguns modelos, o translúcido aparece com uma linha de cor na parte mais alta.


Entre os modelos, Lara elege o New York como estrela da vez. Os óculos têm as laterais puxadas de gatinho, estilo que ela ajudou a reviver no início da marca. “Se é muito ousado, poucas clientes usam. Então, pensei em um gatinho mais comercial, que não fosse tão puxado”, explica. O modelo arranca suspiros da criadora por outro motivo: é o único que está sendo produzido por uma fábrica antiga de Itabirito que voltou a funcionar e mantém o processo totalmente artesanal, como ela defende. O Juliet segue o mesmo traço de gatinho, que continua em alta.

MODELOS ICÔNICOS Lara também gosta de fazer remake de óculos que marcaram época. Um deles é o modelo clássico, com armação de tartaruga, que a atriz Audrey Hepburn usou no filme Bonequinha de luxo, de 1961. A marca já resgatou os óculos brancos que o músico Kurt Cobain imortalizou em sua curta carreira e o modelo que o ator Johnny Depp usa no dia a dia. Além disso, leva ao mercado acessórios de filmes icônicos, como Kill Bill e Grande Hotel Budapeste.


A Moon tem se aproximado cada vez mais das passarelas. No ano passado, a marca participou do desfile de abertura do Minas Trend e fez duas aparições na São Paulo Fashion Week, uma com Ronaldo Fraga e outra com a LED. “Já tem cinco temporadas que faço SPFW e nunca desfilei nada antigo. Isso me obriga a fazer modelos novos e comecei a usar os desfiles como catálogo.” Os óculos da marca ainda complementaram os looks que a Skazi apresentou no Mineirão.


Lara destaca outra experiência marcante na passarela com a estilista de roupas veganas Renata Buzzo, que integra o line-up da Casa de Criadores, em São Paulo. Em uma iniciativa inédita, a marca mineira, acostumada a utilizar principalmente acetato, desenvolveu óculos a partir de caroço de algodão. O material se transforma em uma chapa resistente, que fica com aparência de papel reciclado e tem melhor custo/benefício. O trabalho será apresentado, em fevereiro, na Milão Fashion Week.


Publicidade