Publicidade

Estado de Minas

Projeto Leitura do Bem premia 12 iniciativas de incentivo em áreas carentes

Iniciativas mais votadas no concurso ganharam castelinho contendo 400 títulos, entre livros e revistas em quadrinhos, de diferentes gêneros literários


postado em 21/12/2017 06:00 / atualizado em 21/12/2017 07:46

O projeto Santa Leitura, no Bairro Pompeia, foi o vencedor do Leitura do Bem, numa disputa com 28 outros projetos inscritos (foto: Leandro Couri/EM/DA Press)
O projeto Santa Leitura, no Bairro Pompeia, foi o vencedor do Leitura do Bem, numa disputa com 28 outros projetos inscritos (foto: Leandro Couri/EM/DA Press)
A leitura na infância abre inúmeras portas para o desenvolvimento infantil e seus benefícios vão além do aprendizado escolar, pois é capaz de estimular a criatividade e a imaginação. Crianças que desde cedo são estimuladas a frequentar livrarias e bibliotecas desenvolvem a paixão por livros como parte de sua rotina. Com o principal objetivo de aproximar o público jovem desse encantador universo da literatura, o Leitura do Bem, projeto promovido pela TV Alterosa, em parceria com a Livraria Leitura, premiou as 12 iniciativas mais votadas no concurso com um castelinho contendo 400 títulos, entre livros e revistas em quadrinhos, de diferentes gêneros literários. Foram 28 projetos inscritos no concurso e ao todo receberam 26.731 votos.

O projeto Santa Leitura, biblioteca a céu aberto, promovido pela Associação da Vila São Rafael, no Bairro Pompeia, foi o grande ganhador com 7.782 votos. Para Estella Cruzmel, artista plástica e idealizadora do Santa Leitura, esse prêmio ajudou o projeto a atingir o objetivo traçado desde o início, em 2010, que foi espalhar leitura e amor. “É uma emoção muito grande receber um prêmio que incentiva a leitura de crianças, como esse, principalmente por ter tantos títulos infantis voltados para a idade delas, o que atrai mais ainda esse público para o universo da literatura. As crianças estão loucas com os livros e o pessoal da Vila São Rafael está muito emocionado”, disse.

Segundo Marcelo de Mattos Gosende, gerente comercial da TV Alterosa, a criação do concurso surgiu da intenção de distribuir livros e buscar na sociedade os melhores projetos relacionados à leitura. “A proposta do Leitura do Bem foi proporcionar uma pequena biblioteca para as pessoas interessadas e estimular a iniciativa tanto em instituições quanto as escolas com ou sem fins lucrativos”, explica.

Em segundo lugar, com 3.420 votos, ficou o Projeto Capoeira e Xadrez... Uma pausa para a leitura, idealizado pela Associação do Bairro São Cosme, em Santa Luzia, Região Metropolitana de Belo Horizonte. O presidente da entidade, Odilei Aurélio Cabral, conta que esse prêmio vai agregar valor ao projeto que já havia na instituição. “Tínhamos alguns livros usados aqui, mas um número maior de títulos vai despertar ainda mais o interesse das crianças pela leitura. Ficamos surpresos com o resultado, não esperávamos essa votação toda. Fizemos campanha nas redes sociais com mais de 100 compartilhamentos e até a prefeitura participou”, comemora.

De acordo com o gerente de marketing da Livraria Leitura, Eduardo Batista, o principal objetivo do concurso foi levar a leitura para crianças e adolescentes que não têm tanto acesso aos livros. “Estávamos com dificuldade de chegar às comunidades que não têm tanto acesso à leitura específica para a idade deles. A partir dessa dificuldade, pensamos em realizar o concurso e o resultado foi muito bom. O projeto castelinho leva leitura através de vários títulos clássicos do infantojuvenil a best-sellers voltados para essa faixa etária em específico”, ressalta. *Estagiária sob supervisão do editor Roney Garcia

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade