Publicidade

Estado de Minas

Estudantes da UFSJ ganham prêmio por projeto sustentável

Universitários venceram a 9ª edição do Prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável; bonificação é de R$ 60 mil


postado em 30/01/2017 15:17 / atualizado em 30/01/2017 16:13

A 9ª edição do Prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável escolheu cinco projetos universitários que propõem soluções de sustentabilidade aplicadas a diversos segmentos da engenharia, da arquitetura e da agronomia. Dentre os vencedores está um grupo de estudantes da Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ), que estudou uma forma de melhorar o desempenho das hidrelétricas brasileiras. O prêmio recebido foi de R$ 60 mil.

O grupo da UFSJ investigou os impactos e os efeitos que as hidrelétricas causam sobre peixes, que ao passarem por turbinas hidráulicas em barragens de geração de energia, sofrem efeito da descompressão, o que gera danos a órgãos internos e podem levar à morte. Os estudantes realizaram testes com tecidos dos peixes. Eles chegaram a resultados com recomendações de ações aplicáveis a um grande número de barragens com potencial para melhorar a performance em sustentabilidade dos empreendimentos hidrelétricos no Brasil.

O Prêmio Odebrecht é uma iniciativa dos negócios da Organização Odebrecht que contempla projetos universitários para difundi-los junto à comunidade acadêmica e à sociedade. Além de ser realizada no Brasil, a premiação também é feita em outros dez países: Angola, Argentina, Estados Unidos, México, Panamá, Peru, República Dominicana, Venezuela, Equador e Colômbia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade