Publicidade

Estado de Minas

Ex-mulher de goleiro Bruno responde por denúncia caluniosa contra delegadas

Dayanne Rodrigues, vai prestar esclarecimentos na tarde desta segunda-feira em audiência de instrução e julgamento. Ela teria dito que foi torturada durante depoimentos na fase de investigação da morte de Eliza Samudio


postado em 08/10/2012 14:06 / atualizado em 08/10/2012 14:11

A ex-mulher do goleiro Bruno, Dayanne Rodrigues, vai prestar esclarecimentos na tarde desta segunda-feira na 3ª Vara Criminal de Belo Horizonte sobre uma acusação de denúncia caluniosa. As delegadas Alessandra Wilke e Ana Maria Santos, que comandaram parte do inquérito sobre o desparecimento e morte de Eliza Samudio em 2010, acusaram Dayanne de calúnia.

A ex-mulher do goleiro, também ré no processo do crime contra Eliza, teria dito que foi torturada pelas policiais em depoimentos durante a fase das investigações. As duas não gostaram do que Dayanne disse e ajuizaram ação contra ela. A audiência de instrução e julgamento começa às 14h.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade