Publicidade

Estado de Minas

Bruno consegue autorização para treinar futebol dentro da Nelson Hungria


postado em 22/02/2011 12:18 / atualizado em 22/02/2011 15:52

O ex-goleiro Bruno conseguiu autorização para fazer treinos de futebol dentro da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde está preso desde junho do ano passado acusado de envolvimento no desaparecimento e morte de Eliza Samudio.

De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), a Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) acatou na segunda-feira o pedido da Vara Criminal de Contagem para que o ex-atleta pudesse realizar a atividade dentro do presídio. Depois de avaliar as questões de segurança, a Suapi liberou a utilização de meião, caneleira e bola pelo ex-goleiro durante o banho de sol.

No fim do ano passado, a juíza Marixa Fabiane Lopes Rodrigues, da Vara do Tribunal do Júri de Contagem,  mandou o acusado para júri popular. Bruno Fernades, o amigo do jogador, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, e o primo do ex-goleiro, Sérgio Rosa Sales, foram pronunciados por homicídio triplamente qualificado, seqüestro, cárcere privado e ocultação de cadáver.

O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, será julgado pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver. Já a ex-mulher do goleiro, Dayanne de Souza, Elenílson Vitor da Silva e Wemerson Marques de Souza, o Coxinha, vão responder por sequestro e cárcere privado do filho de Eliza.

Fernanda Gomes Castro, ex-amante de Bruno, vai responder por sequestro e cárcere privado de Eliza e do bebê. A juíza mandou soltar esses quatro réus, que respondem ao processo em liberdade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade