Publicidade

Estado de Minas Emprego

Arcos Dorados promove empregabilidade de pessoas com deficiência

Companhia emprega cerca de 55 pessoas com deficiência nos restaurantes McDonald's em Belo Horizonte e região metropolitana


21/09/2021 13:23 - atualizado 21/09/2021 18:16

None
(foto: Pixabay )

 

A Arcos Dorados tem em sua prática a empregabilidade de pessoas com deficiência. Com um programa de contratação que foi criado mesmo antes da Lei de Inclusão Social ser aprovada em 2004, é uma franquia responsável pela operação do McDonald’s em 20 mercados da América Latina e do Caribe, reconhecida como uma das maiores geradoras de primeiro emprego no Brasil.

 

Entre seus pilares de atuação ESG, está a inclusão social e a empregabilidade, além de reforçar a importância sobre a igualdade de direitos e oportunidades para pessoas com deficiência.

Por isso, no Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, celebrado em 21 de setembro, a companhia destaca seu compromisso com a diversidade e com um ambiente de trabalho seguro e respeitoso para que todas as pessoas possam alcançar seu máximo potencial.

 

A contratação de pessoas com deficiência está dentre as principais políticas de inclusão da empresa. Atualmente, a rede emprega cerca de 1.500 funcionários com diversos tipos de deficiências em seus restaurantes por todo o Brasil.

Não é exigido experiência anterior e são investidos, anualmente, R$ 40 milhões em treinamento e capacitação dos seus profissionais, sejam eles pessoas com deficiência ou não.

 

Durante a execução do programa de treinamento, são observadas em quais funções a pessoa tem mais habilidade e, portanto, em quais poderá melhor se desenvolver. Não existe tempo limite para a aprendizagem ou cobrança para que aprendam a atuar em todas as estações de trabalho.

 

Nesta data tão importante, o McDonald’s faz questão de valorizar seus colaboradores com deficiência reconhecendo a importância da inclusão no seu negócio e a capacidade dessas pessoas para realizar com absoluta competência o seu trabalho. Vários desses funcionários, inclusive, estão há cerca de 20 anos no “méqui”, foram promovidos e estão construindo uma carreira.

 

Alexandre Figueiredo é um exemplo destes funcionários. Portador da Síndrome de Down, ele tem 37 anos e trabalha há 21 anos no restaurante de fast food, localizado na Savassi %u2013 Belo Horizonte.
Alexandre Figueiredo é um exemplo destes funcionários. Portador da Síndrome de Down, ele tem 37 anos e trabalha há 21 anos no restaurante de fast food, localizado na Savassi %u2013 Belo Horizonte. (foto: Multitexto Comunicação )

 

De acordo com o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado em 2010, o Brasil possui 45 milhões de pessoas com deficiência – cerca de 25% da população brasileira. Segundo os dados da Relação Anual de Informações Sociais 2015, 403,2 mil pessoas com deficiência trabalham formalmente no país.

 

Os restaurantes do McDonald's estão, atualmente, com vagas abertas em todo o Brasil. Os interessados podem se inscrever através do link: 

https://jobs.kenoby.com/mcdonalds

 

*Estagiária sob a supervisão da editora Teresa Caram 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade