Publicidade

Estado de Minas

Exército abre mais um concurso de nível superior; soldo inicial de R$ 8,2 mil

Os exames serão aplicados nas cidades de Porto Alegre, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Curitiba, Salvador, Recife, Belém, Campo Grande, Fortaleza, Teresina, Brasília, Goiânia e Manaus


postado em 25/06/2020 11:26

(foto: Divulgação/IME/Exército )
(foto: Divulgação/IME/Exército )
Após publicar edital com 70 vagas, o Instituto Militar de Engenharia (IME), do Exército Brasileiro, abriu mais um concurso de admissão ao curso de formação de Oficiais da Ativa (CA/CFrm) do Quadro de Engenheiros Militares de 2020/2021. O objetivo será preencher vagas para as áreas de engenharia de computação (6 vagas) e engenharia de produção (1 vaga). 

Podem se candidatar brasileiros natos, de ambos os sexos; com graduação concluída até o dia da matrícula de engenharia; ter, no máximo, 26 anos de idade, completados no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro do ano da matrícula; além de altura mínima de 1,60m para os candidatos do sexo masculino ou, se do sexo feminino, a altura mínima de 1,55m; entre outros requisitos. 

As inscrições serão abertas entre 16 de julho e 1º de setembro, por meio do site do Instituto Militar de Engenharia. A taxa custa R$ 110, com possibilidade de solicitação de isenção entre 16 e 28 de julho. 

Os inscritos serão avaliados por Exame Intelectual (EI); Inspeção de Saúde (IS); Exame de Aptidão Física (EAF); Avaliação Psicológica (Avl Psc); e Procedimento de Heteroidentificação (PH).

O exame intelectual será composto por três provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório. A primeira fase está prevista para o dia 28 de outubro, com a aplicação de prova de conhecimentos específicos. No dia seguinte (29), será realizada uma prova com questões objetivas e redação, de português e, ainda, uma prova com questões de inglês.

Os exames serão aplicados nas cidades de Porto Alegre, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Curitiba, Salvador, Recife, Belém, Campo Grande, Fortaleza, Teresina, Brasília, Goiânia e Manaus. 

O curso de formação 

O curso será realizado na sede do IME, no Rio de Janeiro, e possui a duração de um ano.

Ao ingressar no CFrm, o candidato adquire a condição de militar e de aluno do Curso Básico de Formação Militar do QEM (CBFM/QEM) e, se aprovado, é matriculado no Curso de Formação Específica do QEM (CFE/QEM). Enquanto matriculado no CBFM ou CFE, o candidato ao QEM é considerado, para fins de curso, como primeiro-tenente do Quadro de Material Bélico, da reserva de 2ª Classe, com o soldo inicial de R$ 8.245,00, podendo receber promoções. 

Ao término do curso, o aluno será incluído no Quadro de Engenheiros Militares, na forma da legislação em vigor. A ascensão a um grau hierárquico superior ocorrerá por meio de promoção e depende do atendimento de requisitos próprios, podendo chegar até ao posto de general de divisão. 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade