Publicidade

Estado de Minas

Iges-DF: Mais de 50 mil pessoas se inscreveram para a seleção de agentes da Saúde

Análise curricular vai até 19 de fevereiro


postado em 03/02/2020 16:30

(foto: Agência Brasília/Divulgação)
(foto: Agência Brasília/Divulgação)
Um total de 52.438 candidatos se inscreveram para o processo seletivo que escolherá agentes comunitários de saúde e de vigilância ambiental em saúde para cargo temporário na Secretaria de Saúde. Estão sendo oferecidas 600 vagas, sendo metade para cada um dos cargos. A maioria dos inscritos foi para a vaga de Agente Comunitário de Saúde: 28.223. A seleção está sob responsabilidade do Instituto de Gestão Estratégica do Distrito Federal (IGES/DF).

A próxima etapa será a avaliação dos currículos, que acontecerá entre até 19 de fevereiro. O resultado está previsto para ser divulgado em 20 de fevereiro. Caberá recurso, no período de 21 a 24 de fevereiro. A convocação dos selecionados será feita pela Secretaria de Saúde, a partir de 2 de março.

A seleção


São 600 vagas imediatase formação de cadastro reservapara para o cargo público de Agente Comunitário de Saúde (ACS) e Agente de Vigilância Ambiental em Saúde (AVA). Os candidatos devem ter nível médio completo. As remunerações irão variar entre R$ 1.700 e R$ 2.000, além do acréscimo de auxílio alimentação de R$ 394,50 e auxílio transporte. Os aprovados exercerão jornadas de trabalho de 40 horas semanais.

A seleção será realizada por análise curricular e perícia médica para candidatos que se declararem com deficiência. Ter cursos na área de saúde e ter sido voluntário em atividades de saúde e educação contam pontos na classificação. Os candidatos aprovados e convocados realizarão procedimentos pré-admissionais e exames médicos complementares.
 

Atividades


O foco principal é a prevenção e combate ao Aedes aegypti. “Este tipo de contratação é justificável em razão do Decreto 40.416, publicado em 24 de janeiro deste ano”, frisa Marineusa. O decreto declara situação de emergência em razão do risco de epidemia por doenças transmitidas pelo Aedes.

Quem pretende concorrer a uma vaga deve estar ciente de que precisará caminhar longas distâncias durante as atividades de campo, realizar visitas domiciliares, cadastro de famílias e ações educativas individuais e coletivas nos domicílios e na comunidade, tudo isso expostos às condições climáticas do período.

 


Publicidade