Publicidade

Estado de Minas

Ministério Público de MG tem regulamento de novo concurso aprovado

Próximo passo é a definição da comissão organizadora


postado em 07/08/2019 09:25

(foto: Divulgação/MPMG)
(foto: Divulgação/MPMG)
O regulamento do novo concurso público para ingresso na carreira do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) foi aprovado. Para assumir o cargo é necessário ser bacharel em direito, com, no mínimo, três anos de atividade jurídica exercida após conclusão do curso.
 
De acordo com a assessoria do Tribunal, ainda não há previsão de quantas vagas serão ofertadas, assim como a data da publicação do edital. O próximo passo é a definição da comissão organizadora, que dará andamento a realização do certame.

Os candidatos serão avaliados por prova preambular, provas escritas, sindicância da vida pregressa e investigação social, exame de higidez física e mental, exame psicotécnico, provas orais e avaliação de títulos.

O prazo de validade do concurso é de até dois anos, prorrogável uma vez, por igual período, contado da data da publicação da homologação do resultado final.

As provas contarão com disciplinas direito - material coletivo (difusos, coletivos e individuais homogêneos), processual coletivo, civil, processual civil, penal e criminologia, processual penal, constitucional, eleitoral, administrativo financeiro e tributário e teoria geral do Ministério Público (leis orgânicas, doutrina e legislação). 

Confira o regulamento completo no Diário Oficial de Minas Gerais, página 3.

Últimos concursos

Em 2012 ocorreu o último concurso para servidores e ofertou 21 vagas imediatas e formação de cadastro reserva. As remunerações variaram entre R$ 2.554,55 e R$ 3.935,44. A seleção foi realizada por prova objetiva e prova de redação. Na área de medicina houve vagas para cardiologia, clínica médica, fisiatria, ginecologia e obstetrícia, psiquiatria e do trabalho.

Os candidatos também puderam optar entre os cargos de serviços diversos, administração pública, agronomia, arqueologia, arquitetura, arquivista, biblioteconomia, ciências - atuariais, biológicas e contábeis, desenho industrial, design gráfico, direito, engenharia - ambiental, civil, elétrica, florestal, metalúrgica, de minas, química, sanitária e segurança do trabalho, estatística, farmácia, fisioterapia, geologia, geoprocessamento, história, jornalismo, letras, organização de eventos e cerimonial, pedagogia, produção editorial, psicologia, publicidade, relações públicas, saúde pública, serviço social, sociologia e tecnologia da informação.

Já em 2018 houve um concurso para promotor de justiça substituto, que ofertou 50 vagas imediatas. O subsídio inicial para o cargo é de R$ 26.125,17. Os candidatos foram avaliados por prova preambular, provas especializados, exame psicotécnico e exames de higidez física e mental, provas orais e avaliação de títulos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade