Publicidade

Estado de Minas

BRB exclui avaliação curricular e altera cronograma de concurso

Retificação foi feita no concurso de nível superior


postado em 29/05/2019 11:57 / atualizado em 30/05/2019 17:32

(foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press)
(foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press)
O edital do concurso público do Banco de Brasília S.A (BRB), para o cargo de advogado, foi retificado. A modificação foi para excluir a fase de avaliação curricular de títulos e de experiência profissional. Os candidatos ainda serão avaliados por provas objetivas, discursivas e exames médicos. 
 
O cronograma com as datas específicas para candidatos com deficiência também foi alterado. As informações podem ser conferidas no Diário Oficial do Distrito Federal desta quarta-feira (29/5), na página 27. 

 

Concurso

certame oferta uma vaga e formação de cadastro reserva para o cargo de advogado, sendo necessário possuir nível superior completo e inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração inicial de R$ 19.530,67 para 40 horas de trabalho semanal, além de benefícios como participação no lucro do banco e auxílio refeição/alimentação. 

As inscrições devem ser feitas de 23 de junho a 29 de julho, pelo site do Instituto de Desenvolvimento Americano (Iades), da banca organizadora, e custam R$ 88. O edital reserva 20% das vagas a pessoas com deficiência.

Nas provas serão cobrados conteúdo de governança corporativa e compliance, Lei Orgânica do Distrito Federal e regime jurídico dos servidores do Distrito Federal, conhecimentos sobre o Distrito Federal e sobre a RIDE, direito constitucional, direito administrativo, direito civil, direito processual civil, direito tributário, direito econômico, direito do trabalho, direito processual do trabalho, direito do consumidor, direito empresarial e direito penal.

A previsão é que o concurso seja homologado em 20 de dezembro. Confira aqui mais informações sobre o certame. 

 
*Estágiária sob supervisão de Lorena Pacheco 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade