Publicidade

Estado de Minas

Nail designer Michele Santos conta sua história e influencia manicures a trabalharem com alongamento de unhas


03/03/2021 13:39

Goiana já ministrou cursos para mais de 5 mil alunas ensinando técnicas básicas a avançadas que garantem renda média de R$ 400 por dia e mais de R$ 10 mil por mês

Conhecedora das dificuldades de aumentar a renda como manicure, a nail designer e digital influencer Michele Santos procurou se capacitar, inclusive fora do Brasil com técnicas internacionais, para ampliar sua atuação no universo das unhas e assim conquistar sua independência financeira.

Hoje seu maior objetivo é levar sua experiência adquirida nos últimos anos para outras pessoas por meio de seus cursos de capacitação para que elas possam ampliar seus horizontes, oferecer novos serviços e assim ampliar sua renda.

Há oito anos no mercado das unhas, Michele iniciou sua carreira atendendo clientes na garagem de sua casa. Conforme a procura por seus serviços crescia, a nail designer foi se aperfeiçoando até decidir participar de cursos no exterior, sendo o primeiro na Venezuela e o segundo  no México.

A goiana, inclusive, já ministrou cursos para mais de 5 mil alunas ensinando técnicas básicas a avançadas de alongamento de unha de gel, acrílico e pasta acrílica. "É preciso acreditar no seu potencial e treinar todos os dias. O ramo da beleza cresce a cada dia nos dando oportunidades maravilhosas".

O que uma nail designer faz?

Michele Santos: Essa profissional vai trabalhar com alongamento de unha de gel, acrílico e pasta acrílica. Ela vai fazer a esmaltação também e a manutenção depois dessas unhas que foram criadas de maneira personalizada para cada cliente.

Quem pode fazer o curso para se tornar nail designer?

Michele Santos: Qualquer pessoa que queira trabalhar com alongamento de unhas pode se capacitar. Já tive vários alunos homens e até meninas de 15 anos que desenvolveram muito bem nas técnicas ensinadas

É preciso ter algum conhecimento anterior sobre unhas? As manicures têm mais facilidade e habilidade por já trabalharem com unha?

Michele Santos: Não é preciso ter nenhum conhecimento porque nosso curso ensina desde o básico até os mais avançados formatos e artes nas unhas. O fato de já ser manicure facilita porque é uma profissional que já tem uma clientela de unhas naturais e que ela poderá transformar em clientes de alongamento

De que forma esse curso pode mudar a vida de uma manicure?

Michele Santos: Uma manicure pode passar de uma média salarial de R$ 2 mil para R$ 5 a R$ 30 mil, vai depender do esforço e dedicação. Muitas alunas linhas atendem mais de 30 clientes por semana, conquistando uma renda média de R$ 400 por dia.

Como foi para você esse processo de transição de manicure para nail designer?

Michele Santos: Antes de fazer o curso de alongamento eu tinha feito curso de manicure, mas não tive muitos clientes na época. Logo após o curso passei a fazer alongamento e manicure também  e aí a clientela aumenta bastante.

Quais foram as maiores dificuldades inicialmente como nail designer?

Michele Santos: As unhas caiam, quebravam e as clientes reclamavam da durabilidade. Foi então que comecei a buscar cursos nessa área e me surpreendi com a falta de técnicas que tínhamos no Brasil. Decidi então me especializar fora do país. Eu e uma amiga procuramos instrutoras em países onde nossas despesas não seriam tão altas e então fomos para Venezuela. Desde então nunca mais parei de me especializar.

E quais foram as maiores conquistas?

Michele Santos: Minha maior conquista é ouvir minhas alunas dizerem que eu mudei a vida delas. Já na questão financeira e material foi a compra da minha casa própria

Que conselho você dá para uma manicure que pensa em fazer o curso e se tornar nail designer?

Michele Santos: Se dedique, acredite no seu potencial e treine todos os dias. O ramo da beleza cresce a cada dia nos dando oportunidades maravilhosas, mas isso tem que ser feito com amor e perseverança. Me lembro de inúmeros domingos de treino em casa enquanto a minha família descansava. Eu levei uma mesa pra casa e treinava enquanto o marido assava carne no domingo. Passei aniversários meus, do meu marido, dos meus filhos e dos meus pais em viagens me especializando ou levando minha técnica para outras pessoas e hoje posso colher os frutos de estar com minha família em casa, ou viajar com eles e proporcionar uma vida melhor.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade