Publicidade

Estado de Minas

Mob Telecom é um dos destaques do prêmio da Tele.Síntese de telecomunicações e inovação


postado em 11/11/2019 21:55

Reprodução / MF Press Global
Reprodução / MF Press Global

Foi realizada no hotel Renaissance, em São Paulo a festa de premiação do Anuário Tele.Síntese de Inovação 2019, que destacou 20 empresas que tiveram seus produtos e serviços considerados inovadores entre mais de 180 inscritos e teve como um dos destaques a DB3 Telecom, empresa do grupo Mob Telecom, operadora com ênfase em tecnologia nas regiões norte, nordeste, sudeste e centro-oeste do país, na categoria Provedores Regionais de Serviços de Telecomunicações, pelo conteúdo inovador do projeto IP Híbrido Protegido.

Os executivos e representantes da indústria presentes ao evento salientaram suas preocupações e anseios de que através de inovações se consiga alcançar o desafio de prover boa cobertura territorial com soluções tecnológicas e de comunicações, tratando-se de um país com dimensões continentais. 

Reprodução / MF Press Global
Reprodução / MF Press Global

O CCO da Mob Telecom, Sayde Diógenes Bayde explica o que está por trás desta nova solução de telecomunicações trazida pela Mob para aumentar o acesso à rede em especial em regiões menos assistidas do país : "Por meio do IP híbrido podemos reduzir os custos de largura de banda, agregando a entrega de tráfego e a capacidade de se conectar a mais de 400 redes, operadoras, provedores móveis e ISPs com uma latência cada vez menor. Assim, os contratantes não precisam mais se preocupar em ter múltiplos fornecedores, pois a entrega híbrida sempre busca o que há de melhor em cada cliente, o que resulta em qualidade, segurança e economia, tornando-nos diferentes da concorrência". Esta é a segunda vez que a Mob Telecom é distinguida com o prêmio Tele.Sintese de inovação. 

O evento contou com a presença de executivos do setor, representantes do MCTIC, da Anatel e de entidades representativas desse mercado. O Anuário premia as categorias Operadoras de Serviços de Comunicações, Operadoras Regionais, Fornecedores de Produtos, Fornecedores de Software e Serviços, Desenvolvedores de Apps e Conteúdo e a empresa Tecnologia Nacional. Este ano, foi criada a categoria Soluções de IoT (internet das coisas).

Presente à solenidade, o conselheiro da Anatel, Moises Queiroz Moreira e o professor da UnB, José Pereira Leite, convidado para falar em nome da Comissão Julgadora, também falou da importância de se investir em infraestrutura e novos modelos para a inovação nas telecomunicações.

-->


Publicidade