UAI
Publicidade

Estado de Minas RECESSÃO TÉCNICA

Situação econômica do país piora com queda de 0,1% do PIB no 3º trimestre

Dado foi divulgado nesta quinta-feira (2/12) e serve de alerta para uma recessão, com descontrole da inflação e outros dados econômicos


02/12/2021 09:28 - atualizado 02/12/2021 11:57

 

 

Recuo do PIB no terceiro trimestre do ano revela que o país entrou em recessão técnica
Recuo do PIB no terceiro trimestre do ano revela que o país entrou em recessão técnica (foto: Pixabay)

 O PIB do Brasil caiu 0,1% no 3º trimestre deste ano, na comparação com os três meses imediatamente anteriores. Esse dado coletado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgado nesta quinta-feira (2/12) revela que o país entrou em recessão técnica.

No "economês", esse fenômeno – a partir de dois trimestres seguidos de queda no PIB – é chamado de recessão técnica. E significa dizer que algo não vai bem na economia, que está à beira de uma recessão de fato, ou seja, quando a situação do país se deteriora com alta do desemprego e dos índices de falência, queda da produção e do consumo.

Segundo o IBGE, o PIB do terceiro trimestre de 2021 totalizou R$ 2,2 trilhões.

Crescimento


O dado divulgado hoje pelo IBGE revela também que houve crescimento de 4%, em relação a igual período de 2020.

Entretanto, os dados oficiais  de hoje reforçam a leitura de economistas que o país está enfrentando uma forte desaceleração da recuperação após o PIB ter conseguido retomar no início do ano o patamar pré-pandemia.

A expectativa, a exemplo do que aconteceu com o auxílio emergencial para  a população desempregada, pobre a miserável, é que com o  início do pagamento do  Auxílio Brasil,  em susbtituiçaõ ao Bolsa-Família, o país possa ganhar novo fôlego com a injeção de recursos públicos na economia.

Setores da economia

-->-->-->-->

 

O PIB da agropecuária caiu 8% no terceiro trimestre de 2021 ante o segundo trimestre. Na comparação com o terceiro trimestre de 2020, o PIB da agropecuária mostrou queda de 9%.

Já o PIB de serviços subiu 1,1% no terceiro trimestre de 2021 ante o segundo trimestre, segundo o IBGE. Na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, o PIB de serviços teve alta de 5,8%.

O Produto Interno Bruto da indústria ficou estável no terceiro trimestre de 2021 ante o segundo trimestre. Na comparação com o terceiro trimestre de 2020, o PIB da indústria mostrou alta de 1,3%.

O consumo das famílias subiu 0,9% no terceiro trimestre de 2021 ante o segundo trimestre, informou o IBGE. Na comparação com o terceiro trimestre de 2020, o consumo das famílias mostrou alta de 4,2%.

O consumo do governo, por sua vez, subiu 0,8% no terceiro trimestre de 2021 ante o segundo trimestre. Na comparação com o terceiro trimestre de 2020, o consumo do governo mostrou alta 3,5%.

Revisões

O IBGE revisou a variação do PIB do segundo trimestre de 2021 ante o primeiro trimestre de 2021, que passou de -0,1% para -0,4%. O órgão também revisou a taxa de variação do PIB do primeiro trimestre deste ano ante o quarto trimestre de 2020, que agora aponta para uma alta de 1,3%, ante um avanço de 1,2% estimado anteriormente.

O desempenho do quarto trimestre de 2021 ante o terceiro trimestre do ano passado foi mantido numa queda de 3,1%, mas a variação do terceiro trimestre de 2020 ante o segundo trimestre do ano passado foi revisado para um salto de 7,8%, ante o avanço de 7,7% estimado anteriormente.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade