Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

AIE prevê alta dos estoques de petróleo no 1º trimestre, apesar de oferta menor


postado em 12/12/2019 06:35

Os estoques globais de petróleo deverão aumentar no primeiro trimestre de 2020, apesar da tentativa da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e de seus aliados - grupo conhecido como Opep+ - de equilibrar o mercado, segundo a Agência Internacional de Energia (AIE).

Em relatório mensal divulgado nesta quinta-feira, a AIE reduziu sua previsão de avanço na oferta de petróleo fora da Opep para 2020 em 200 mil barris por dia (bpd), a 2,1 milhões de bpd. Contudo, a agência ainda espera que os estoques mundiais tenham expansão de 700 mil bpd nos primeiros três meses do próximo ano.

A projeção da AIE vem apesar da decisão da Opep+, na semana passada, de aprofundar os cortes em sua produção combinada em mais 500 mil bpd, para 1,7 milhão de bpd, até o fim de março. Para a agência, a iniciativa da Opep+ não será suficiente para equilibrar o mercado.

A AIE atribuiu seu corte na projeção da oferta à produção menor de integrantes da Opep+ e também a uma perspectiva de crescimento mais fraco no Brasil, em Gana e nos Estados Unidos.

Por outro lado, a AIE manteve suas projeções de acréscimos na demanda global por petróleo em 2019 e 2020, em 1 milhão de bpd e 1,2 milhão de bpd, respectivamente.

Ainda no relatório, a AIE diz que a oferta da Opep diminuiu 300 mil bpd em novembro, enquanto a da Opep+ como um todo teve queda de 190 mil bpd no último mês. Apenas na Arábia Saudita, líder informal da Opep, a redução da produção também foi de 300 mil bpd, a 9,9 milhões de bpd.

O documento da AIE vem um dia depois de a Opep divulgar seu próprio relatório mensal, no qual o cartel também manteve suas projeções para avanços na demanda global por petróleo para este e o próximo ano. Fonte: Dow Jones Newswires.


Publicidade