Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

IDB Invest: risco cambial atrapalha investimento estrangeiro em infraestrutura


postado em 21/11/2018 16:22

O risco cambial foi apontado como um dos principais entraves aos investimentos de estrangeiros em infraestrutura no Brasil, segundo a Portfolio Investment Officer da IDB Invest, Marina Queiroz Galvão. A organização de financiamento faz parte do BID.

O principal desafio, segundo Galvão, é "convencê-los (os investidores estrangeiros) de que o risco de longo prazo da nossa moeda não é absurdo", disse, durante painel no Fórum de Infraestrutura 2018, em São Paulo, nesta quarta-feira, 21, promovido pela Fitch Ratings.

A especialista destacou também que as estruturas de concessão poderiam ter um tipo de proteção cambial para favorecer os negócios e incentivar os players.

Aeroportos

Em outro painel durante o evento, o analista sênior da Fitch, Uilian Mendonça, destacou que o investidor estrangeiro continuará importante para o fechamento de negócios no setor aeroportuário, "sobretudo nas novas rodadas de concessões".

Mendonça, entretanto, disse que as principais dificuldades para que esses negócios vinguem são os entraves na regulamentação. "Há necessidade de regulamentar medidas provisórias e leis", disse.

O especialista destacou algumas MPs e leis que ou caducaram ou não foram regulamentadas e deixaram os empresários no escuro. "A Lei 13.448, de devolução amigável das concessões, até hoje não foi implementada e atrasa investimentos", disse.

Outro ponto fundamental, na visão de Mendonça, para os investimentos na infraestrutura aeroportuária é a rapidez na resolução de conflitos, sobretudo as disputas judiciais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade