Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Próxima decisão do Copom ocorrerá 3 dias após 2º turno da eleição presidencial


postado em 19/09/2018 19:32

O Banco Central presidido por Ilan Goldfajn ainda terá mais duas reuniões antes de entregar o cargo para o substituto a ser escolhido pelo novo presidente da República. A penúltima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) no mandato de Ilan ocorre nos dias 30 e 31 de outubro - logo após o segundo turno marcado para o dia 28 do próximo mês.

Já a última decisão sob a atual presidência ocorre nos dias 11 e 12 de dezembro - a pouco mais de 15 dias da posse do novo presidente da República.

Nesta quarta-feira, 19, na última decisão do Comitê antes de o Brasil escolher o próximo presidente da República, os diretores do BC explicitaram que os estímulos à economia concedidos através dos juros baixos poderão ser "removidos gradualmente" caso piore o cenário para a inflação ou o balanço de riscos para a política monetária.

O documento, porém, não faz menção direta à eleição presidencial.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade