Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

China promete conceder mais fundos para trocas de dívidas por ações


postado em 08/08/2018 08:04

A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China afirmou que usará políticas monetárias, entre elas cortes no compulsório bancário, para garantir mais fundos para operações de troca de dívidas por ações. A medida é parte de um plano de Pequim para reduzir a alavancagem corporativa neste ano.

Em comunicado nesta quarta-feira, o órgão de planejamento estatal afirmou que pretende recrutar mais instituições financeiras para realizar essas operações de troca e que dará a elas mais apoio político para expandir seus canais de financiamento.

O regulador estabelecerá metas de alavancagem e prazos para que empresas estatais façam mudanças. Lançará ainda um programa piloto, o qual permitirá que companhias não listadas troquem dívidas por ações preferenciais, informou a comissão.

O órgão ainda disse que pretende acelerar processos de acordos sobre dívidas de empresas "zumbis", aquelas que não geram receita suficiente para pagar suas dívidas. Com isso, a comissão pretende tornar mais tranquilo o processo de retirada dessas companhias do mercado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade