Publicidade

Estado de Minas

Vendas líquidas da Tenda somam R$ 481,3 milhões no 2º trimestre; alta de 24,4%


postado em 16/07/2018 19:18

São Paulo, 16 - A construtora Tenda divulgou nesta segunda-feira, 16, as prévias operacionais relativas ao segundo trimestre de 2018. No período, as vendas líquidas da companhia somaram R$ 481,3 milhões, um crescimento de 24,4% em relação aos R$ 387 milhões registrados no mesmo período de 2017. Na comparação com os primeiros três meses deste ano, o avanço foi de 13,5%. No primeiro semestre, as vendas líquidas totais da Tenda somaram R$ 905,5 milhões, crescimento de 24,7%.

Entre abril e junho, a Tenda realizou 15 lançamentos, com Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 539,1 milhões, valor 20,8% maior que os lançamentos do segundo trimestre de 2017, quando foram realizados 12 lançamentos. O preço médio por unidade no segundo trimestre deste ano ficou em R$ 133 mil, contra R$ 146,3 mil no ano passado, queda de 9%. No total do primeiro semestre, os lançamentos somaram R$ 805,4 milhões, aumento de 7,6% na comparação anual.

Os distratos ficaram em R$ 46,9 milhões no segundo trimestre deste ano, número 38,2% menor que os R$ 75,8 milhões apurados um ano antes. No primeiro semestre, os distratos chegaram a R$ 93,9 milhões, recuo de 41,9%.

A velocidade de vendas (VSO) líquida da Tenda ficou em 33,3% no segundo trimestre, ante 26,2% no mesmo período de 2017. No acumulado do semestre, a VSO foi de 48,5%, ante 40% ano passado.

O valor de imóveis repassados no segundo trimestre ficou em R$ 448,9 milhões, valor 26,8% maior que no ano passado. O banco de terrenos da Tenda chegou a R$ 7,1 bilhões em VGV, um crescimento de 39,7% em relação ao ano passado. São 214 unidades, contra 163 ao final do segundo trimestre de 2017.

(Renato Carvalho)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade