Publicidade

Estado de Minas

Trump pode negociar acordos bilaterais com México e Canadá em separado


postado em 05/06/2018 09:54

São Paulo, 05 - Diretor do Conselho Nacional Econômico dos Estados Unidos, Larry Kudlow afirmou em entrevista à rede Fox News nesta terça-feira que o presidente Donald Trump pode abandonar o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, na sigla em inglês) e privilegiar negociações de acordos bilaterais com Canadá e México. A declaração é dada dias após os EUA imporem tarifas à importação de aço e alumínio dos dois parceiros, que por sua vez já anunciaram retaliações e que pretendem contestar o comportamento americano na Organização Mundial de Comércio (OMC).

Trump "contempla seriamente uma mudança nas negociações do Nafta", afirmou Kudlow. "A preferência dele agora, e ele me pediu para comunicar isso, é de fato negociar com México e Canadá separadamente", informou o assessor. "Ele pode agir rapidamente rumo a essas discussões bilaterais, em vez de como um todo", explicou.

"Trump é o maior reformador do comércio em décadas", afirmou Kudlow, durante a entrevista. Segundo ele, o sistema comercial global "está corrompido", porque não haveria reciprocidade. "Trump se considera um partidário do livre-comércio", garantiu o assessor, dizendo que há atualmente muitas práticas injustas de outros países, como o roubo de tecnologia.

Para Kudlow, os cortes de impostos e na regulação geram resultados no país. "Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), nós somos a nação que mais cresce no mundo", disse.

Kudlow também comentou a reunião que o presidente americano deve ter neste mês com o líder norte-coreano, Kim Jong-un. O principal assessor econômico de Trump disse que não espera um acordo no primeiro dia de negociações, prevendo ainda que as conversas devem prosseguir por um tempo.

(Equipe AE)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade