Publicidade

Estado de Minas

Indústria é que vai pagar contas das medidas tributárias, diz presidente da CNI


postado em 31/05/2018 19:06

Brasília, 31 - O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade, avaliou ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, que a indústria é o setor que vai pagar a conta das medidas tributárias anunciadas nesta quinta-feira, 31, para bancar o diesel mais barato para os caminhoneiros.

"O problema é que o governo está querendo pagar a conta do subsídio ao diesel tirando incentivos muito importantes para a indústria. E sempre ela que está sendo penalizada", afirmou que está em trânsito para Genebra, onde participará de uma reunião da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Robson Andrade ressaltou que a indústria paga 32% dos impostos federais e chegou a sugerir que as medidas atingissem outros setores que pagam menos tributos, como a agricultura.

"Temos alertado o governo. A CNI teve uma reunião hoje com o governo mostrando os prejuízos que a indústria teve. Isso (as medidas) vai piorar muito a situação das empresas que exportam", criticou.

Na sua avaliação, as exportações têm contratos de longo prazo e a subida do dólar muitas vezes não impacta como deveria as vendas externas. "Os exportadores não podem fazer o preço de um contrato baseado numa especulação do dólar que subiu um pouco", disse.

(Adriana Fernandes)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade