Publicidade

Estado de Minas

CNPE deve discutir porcentual de etanol na gasolina


postado em 23/06/2014 16:31

Brasília, 23 - O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) se reúne amanhã, terça-feira, 24. A reunião, que já constava do calendário oficial do órgão, irá ocorrer extraordinariamente no Palácio do Planalto, a pedido da presidente Dilma Rousseff. Há a expectativa de que o aumento da mistura do etanol na mistura da gasolina de 25% para 27,5% entre em pauta.

O aumento da mistura, atendendo à demanda da indústria sucroalcooleira, depende da aprovação do conselho, que chegou a ser convocado pela presidente na semana passada. A reunião, porém, foi cancelada de última hora. Naquele dia a presidente Dilma decidiu sobrevoar áreas do Paraná afetadas por fortes chuvas.

O CNPE iniciará sua sessão às 11h30, na Sala Suprema do Planalto, com a presença do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão; do presidente da Empresa de Pesquisa Energética, Maurício Tolmasquim; do diretor geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp, e de representantes da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Outra pauta importante do encontro será o custo extra da energia elétrica emergencial financiada pelo governo. Dilma havia encomendado ao conselho estudo especificando até quanto pode ser o chamado preço de energia de custo prazo (PLD).

O governo capitaneou, há cerca de dois meses, uma operação de empréstimo de R$ 11,2 bilhões por um sindicato de bancos às distribuidoras para cobrir o rombo da exposição involuntária ao mercado de energia de curto prazo.

Os recursos já foram integralmente repassados e, este mês, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) revelou que talvez não tenham sido suficientes para solucionar o problema das distribuidoras.


Publicidade