Publicidade

Estado de Minas

BC destaca estabilidade da inadimplência


postado em 27/02/2014 12:44

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Túlio Maciel destacou que as taxas de inadimplência de praticamente todas as modalidades de crédito estão bem próximas do seu mínimo histórico. "Há quadro de estabilidade com redução gradual da inadimplência. O crescimento do emprego e da renda contribuem para esse quadro e a questão da educação financeira é fundamental nesse contexto, com iniciativas importantes nos últimos anos", afirmou.


A taxa de inadimplência no crédito livre ficou em 4,8% em janeiro deste ano, nível superior ao porcentual de dezembro de 2013, que foi de 4,7%. Já a inadimplência do crédito direcionado ficou estável em 0,9% em janeiro. Mas o dado que considera o crédito livre mais o direcionado mostra inadimplência de 3,0% em janeiro, mesmo nível de dezembro de 2013.

Segundo ele, no entanto, os atrasos de 15 a 90 dias aumentaram em janeiro. "É um movimento sazonal, que não está concentrado em apenas algumas modalidades. Isso é normal do começo do ano, devido a alguns excessos nas festas do fim do ano anterior e outros compromissos como matrículas escolares", afirmou. Maciel frisou, porém, que esses atrasos não necessariamente se revertem em inadimplência, que considera os calotes superiores a 90 dias.


Publicidade