Publicidade

Estado de Minas

Músicos do Uruguai vêm a Belo Horizonte divulgar a arte de seu país

Comandado pelo maestro Ariel Bretas, que vai reger a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, concerto de sábado (28) reunirá artistas do Uruguai e do Brasil no Palácio das Artes


postado em 27/09/2019 04:00

O oboísta Gustavo Nápoli, o maestro Ariel Bretas e o bandoneonista Leonel Gasso ensaiam no Palácio das Artes(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
O oboísta Gustavo Nápoli, o maestro Ariel Bretas e o bandoneonista Leonel Gasso ensaiam no Palácio das Artes (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)

Até domingo (29), a cultura uruguaia ficará em cartaz em Belo Horizonte e Ouro Preto. Espetáculos e performances têm o propósito de aproximar o público mineiro do universo criativo daquele país. Oito artistas convidados de lá participarão da Semana da Música Uruguaia junto de nomes de Minas Gerais.

Em BH, o destaque da agenda será a Noite uruguaia, versão especial do projeto Sinfônica em Concerto, da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. Sábado (28), às 20h30, no Grande Teatro do Palácio das Artes, o maestro uruguaio Ariel Britos regerá a orquestra mineira.

A segunda edição do evento – a primeira ocorreu em 2018 – contará com os uruguaios Leonel Gasso (bandoneonista), Maia Castro (cantora e compositora), Horacio Di Yorio (pianista) e Fernanda Bértola Mari (percussionista). Os dançarinos de tango Guillermo Puentes e Victoria Cocchiararo executarão coreografias de María Inés Camou, que também estará em BH.
"Estamos preparando um concerto com artistas importantes em gêneros diferentes – do erudito ao popular. Passamos do mundo tradicional de nosso país ao mundo sinfônico. Por meio de nossa música, queremos que o público conheça o Uruguai, deixar uma imagem nossa.

É fundamental a oportunidade de estar em Belo Horizonte fazendo isso”, contou o maestro Ariel Britos durante ensaio na Fundação Clóvis Salgado. Em seu país, ele atua em movimentos de inclusão social e desenvolvimento cultural por meio da música.

O repertório reúne canções do universo popular uruguaio, entre milongas, tangos e candombes, com arranjos especialmente concebidos para a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. Entre os autores estão Ángel Villoldo, Horacio “Pintín” Castellanos, Maia Castro, Alfredo Zitarrosa, Federico García Vigil Rada e Luis Cluzeau Mortet. “Será uma noite emocionante", promete Britos.

TRIPTANGO

No domingo (29), a Semana da Música Uruguaia vai se transferir para o Teatro Municipal Casa da Ópera, em Ouro Preto. Além dos artistas que se apresentarão em BH, subirá ao palco o Triptango, formado por Gustavo Nápoli (oboé), Alysson Rodrigues (viola) e Euridiana Silva (piano) – os dois últimos mineiros.

O uruguaio Gustavo Nápoli mora há cerca de 40 anos em BH. Em 1983, ele ingressou na Sinfônica de MG. O oboísta comemora a boa aceitação da arte de seu país pelo público brasileiro. "O Uruguai é pequeno e não tem por hábito exportar sua cultura, mas a sua gente. Trazemos uma amostra do potencial que a música uruguaia tem em todos os gêneros. Esperamos que a Semana continue", afirma.

Nesta sexta-feira (27) à noite, a cantora Maia Castro e o pianista Horácio di Yorio vão se apresentar no Restaurante La Victoria, no Bairro Jardim Canadá, em Nova Lima.

PROGRAMAÇÃO

MAIA CASTRO E HORACIO DI YORIO
Sexta (27), às 20h30. Restaurante La Victoria. Rua Hudson, 675, Jardim Canadá, (31) 3581-3200. Show da cantora e do pianista uruguaio. R$ 30 (couvert artístico).

NOITE URUGUAIA
Sábado (28), às 20h30. Grande Teatro do Palácio das Artes. Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro, (31) 3236-7400. 

Com Orquestra Sinfônica de Minas e Gerais e artistas uruguaios. R$ 20 (inteira) 
e R$ 10 (meia-entrada).

NOITE URUGUAIA EM OURO PRETO
Domingo (29), às 18h. Teatro Municipal Casa da Ópera. Rua Brigadeiro Musqueira, 68, Centro Histórico de Ouro Preto, (31) 3559-3224. Entrada franca. Ingressos devem ser retirados a partir das 17h.


Publicidade