UAI
Publicidade

Estado de Minas DEMI LOVATO

Demi Lovato volta a aceitar pronomes femininos: 'Sou fluida'

Cantora, que se identifica como não binária, falou a respeito de sua jornada sobre autoconhecimento


03/08/2022 21:42 - atualizado 03/08/2022 23:14

Demi Lovato
Demi Lovato adotou pronomes neutros, mas agora também se identifica com os femininos (foto: Reprodução/Instagram)
No último ano, a cantora Demi Lovato compartilhou com os fãs que gostaria de ser tratada na linguagem neutra, “elu e delu”, já que ela não se identifica nem no feminino ou masculino. No entanto, recentemente ela voltou a adotar pronomes femininos, mesmo com a identificação não binária. O tema confunde muitas pessoas, por isso ganhou grande discussão nas redes sociais.

Demi explica


"Hoje é um dia que estou muito feliz em compartilhar mais da minha vida com vocês – sinto orgulho em deixar que vocês saibam que me identifico como pessoa não binária e estarei oficialmente mudando meus pronomes para 'they/them'”, disse a artista norte-americana em maio de 2021.

"Isso aconteceu depois de muito trabalho de cura e auto-reflexão. Ainda estou aprendendo e mergulhando dentro de mim, e não pretendo ser especialista ou porta-voz. Compartilhar isso com vocês agora abre um outro nível de vulnerabilidade para mim", acrescentou.

Ela continuou: "Estou fazendo isso por aqueles que não têm conseguido compartilhar quem realmente são com seus entes queridos. Por favor, continuem vivendo em suas verdades e saibam que estou enviando muito amor para vocês".
 

Pronomes femininos


Pouco mais de um ano depois, ela alterou nas redes sociais os pronomes novamente e acrescentou a linguagem feminina. Esta semana, ela explicou o motivo. “Na verdade, adotei os pronomes ela/ela novamente comigo. Então, para mim, eu sou uma pessoa tão fluida que eu realmente não sei e não acho o que eu sou”, contou no Spout Podcast.

“Eu senti que, especialmente no ano passado, minha energia estava equilibrada entre minhas energias masculina e feminina. Então, quando eu estava confrontada com a escolha de entrar em um banheiro e tinha só ‘mulheres e homens’, eu não sentia que havia um banheiro para mim porque eu não me sentia necessariamente como uma mulher. Eu não me sentia um homem. Eu apenas me senti como um humano. E é disso que se trata. Para mim, é como se sentir humano em sua essência”, ressaltou.

E complementou: “Recentemente, tenho me sentido mais feminina e, por isso, a adotei novamente. Mas acho que o importante é, tipo, ninguém é perfeito. Todo mundo bagunça os pronomes em algum momento, e especialmente quando as pessoas estão aprendendo, é tudo uma questão de respeito”.

O que é linguagem neutra?

O termo não binário diz respeito a indivíduos que sentem que sua identidade de gênero está fora das identidades masculina e feminina, ou entre elas.

Uma pesquisa divulgada em novembro do ano passado mostrou que 2% da população brasileira é de pessoas transgênero ou não binárias. O estudo foi desenvolvido pela Faculdade de Medicina de Botucatu da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

Foram entrevistadas 6 mil pessoas em 129 municípios de todas as regiões do país. Em números absolutos, essa população é de 3 milhões de indivíduos.
 
*Com informações de Agência Brasil 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade