Publicidade

Estado de Minas

Torneio de hipismo vai reunir, a partir de quinta-feira, 220 conjuntos no Concurso de Salto Nacional Santa Esmeralda

Em sua terceira edição, o torneio é um dos mais prestigiados do Brasil


postado em 09/08/2019 04:00 / atualizado em 08/08/2019 18:22

Laura Guimarães Ulhoa comemora seus 15 anos no Retiro das Pedras(foto: Mariel Pelli/Divulgação)
Laura Guimarães Ulhoa comemora seus 15 anos no Retiro das Pedras (foto: Mariel Pelli/Divulgação)
 

A partir de quinta-feira, os olhos dos admiradores do hipismo estarão voltados para o Haras Santa Esmeralda, em Paraopeba, onde será realizada a terceira edição do Concurso de Salto Nacional que leva o nome do haras. O concurso ganha prestígio, respeito e, como consequência, aumento do número de participantes. Este ano serão 220 conjuntos – contra 150 da primeira edição. Entre as novidades, a primeira participação internacional. Filho de Rob Ehrens, um dos nomes mais famosos do hipismo no mundo, com medalhas olímpicas e de concursos mundiais, Robbert Ehrens participa como convidado, saltando em um dos cavalos de Felipe Ventura, que, depois de quebrar duas costelas em acidente em concurso nacional, ficará de fora. Matheus Correa, de Brasília, e Stephan Darcha, que representou o Brasil nos Jogos Olímpicos, estão entre os destaques da disputa no haras.

>>>

O concurso no Haras Santa Esmeralda tem grande importância ao expandir as fronteiras do esporte, concentrado em São Paulo. “Minas Gerais tem uma história grande e importante com o hipismo. A Copa Cepel, de Marcos Leite, é um exemplo”, cita Felipe Ventura. Apesar do sucesso do concurso, organizado por ele, a mulher, Bruna Geo, e o sogro, Adolfo Geo, o empresário reconhece que há um longo caminho pela frente, já que os concursos de grande sucesso têm de 30 a 50 anos de tradição. Embora seja o mais novo entre os concursos de hipismo, o Santa Esmeralda se destaca também por novidades. “Todas as hípicas são clubes. Nós abrimos o nosso haras, o que dá um caráter mais intimista ao torneio. Nosso evento não é comercial. Queremos promover o esporte.”
>>>

Outra novidade deste ano é o que Felipe define como experiência gastronômica. Túlio Pires, do Rullus, criou um cardápio específico à la carte, de lanches e uma parrilla. Tudo preparado com as carnes Cara Preta. Na carta de vinhos, opções de rótulos chilenos e argentinos, além de champanhe. Para animar as noites, shows de Henrique e Manuel, João Mariz e Du Monteiro. A disputa termina no domingo.

CIDADE ARNALDO
EXEMPLO DE SUSTENTABILIDADE

Amanhã, o Colégio Arnaldo Unidade Anchieta inaugura réplica de uma cidade dentro das dependências da escola. “Com supermercado, farmácia, capela e até posto de gasolina, a ideia do projeto é levar conceitos de sustentabilidade com informações sobre o ciclo da água e a conscientização da utilização desse bem precioso”, diz a diretora da instituição sobre o projeto. “A possibilidade de explorar diversos espaços oferece à criança e ao adolescente uma nova forma de interação com o mundo que o cerca, proporcionando uma aprendizagem eficaz e o desenvolvimento da sua criatividade”, afirma Cléa Prado, diretora da unidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade