Publicidade

Estado de Minas CONHECENDO A COZINHA

Leitão assado em forno a lenha é estrela de novo restaurante de chef português em BH

À frente do Capitão Leitão, Cristóvão Laruça continua com a missão de apresentar pratos menos conhecidos da sua terra


postado em 22/09/2019 04:00 / atualizado em 23/09/2019 14:15

 

Entre as opções de petiscos, pão de queijo com pastrami de língua e salada coleslaw vermelha(foto: Renan Lameu/Divulgação)
Entre as opções de petiscos, pão de queijo com pastrami de língua e salada coleslaw vermelha (foto: Renan Lameu/Divulgação)

 

Comida portuguesa vai muito além de bacalhau e batata. Primeiro no Caravela, agora à frente do Capitão Leitão, Cristóvão Laruça continua com a missão de apresentar pratos menos conhecidos da sua terra. Instalado no burburinho do Santa Tereza, o segundo estabelecimento do chef na cidade se dedica ao leitão à Bairrada, uma das sete maravilhas gastronômicas de Portugal. “Usamos leitão de 30 dias, que pesa em média seis quilos. A carne é mais branca, tem menos gordura e um sabor completamente diferente”, explica. Depois de ser temperado com sal, alho, pimenta-do-reino, banha defumada e vinho branco, o leitão vai para o forno a lenha em alta temperatura. Resultado: fica com interior macio e pele crocante. A carne é servida com tutu de feijão-branco, batata chips, salada de folhas e gomos de laranja. No restante do menu, Cristóvão explora o lado contemporâneo da sua cozinha, com muita criatividade, para aproveitar todo o animal. O sanduíche de bao (pão chinês cozido no vapor) tem recheio de carne de leitão prensada e empanada em farinha panko, maionese de kimchi (fermentado coreano de acelga com pimenta), picles de cebola roxa, pepino japonês e caviar de mostarda. Com os miúdos do leitão, o chef prepara uma espuma combinada com redução de vinho do porto e creme de leite, brioche caramelizado, avelãs e amêndoas torradas. Até mesmo o caldo do leitão é usado para cozinhar o arroz que se transforma em uma saborosa raspa, que ainda tem alho-poró e aioli defumado. Segundo Cristóvão, este é um dos pratos mais complexos em sabor, pois dá para sentir um pouco de amargo, ácido e adocicado.

 

Entre as opções de petiscos, pão de queijo com pastrami de língua e salada coleslaw vermelha(foto: Renan Lameu/Divulgação)
Entre as opções de petiscos, pão de queijo com pastrami de língua e salada coleslaw vermelha (foto: Renan Lameu/Divulgação)
 

 

Um de cada


Acabou a dúvida. Para quem tem dificuldade de escolher o petisco da vez, Leo Paixão agora oferece menu degustação no Nicolau Bar da Esquina, que fica no Horto. O cliente pode montar a sequência escolhendo as suas comidinhas preferidas. Algumas já se tornaram clássicos, como o biscoito amanteigado com flor de sal, queijo de cabra, abobrinha confitada e alho frito (uma das opções vegetarianas) e o pastel de bobó de camarão com catupiri. Mas não dá deixar de experimentar o taco de feijoada (que tem folha de couve fresca no lugar da massa de milho mexicana) com purê de laranja e pururuca e o pão de queijo com pastrami de língua feito na casa. “A carne é curada durante 15 dias com várias especiarias, depois defumada e assada por 18 horas. O gosto mais presente é do zimbro, que eu gosto muito, porque tem sabor de floresta”, detalha. No recheio do sanduíche de pão de queijo, ainda tem salada coleslaw vermelha, com beterraba, cenoura, repolho roxo e maionese de alho. Algumas receitas são exclusivas do menu degustação e podem variar de acordo com o dia. Como exemplo, o torresmo de pele de salmão com salmão curado, guacamole defumado e picles de rabanete. O menu degustação de petiscos tem 10 etapas (sem sobremesa) e custa R$ 79. 

 

Novidade em BH
Comida regional, ambiente descontraído e custo-benefício atrativo. Seguindo o conceito da “baixa gastronomia”, a House of H2OH! chega a Belo Horizonte sábado que vem, depois de duas edições em São Paulo. “Começamos por Belo Horizonte justamente por essa essência da baixa gastronomia já ser algo tão presente, importante e verdadeira para os mineiros”, justifica a gerente de marketing Vanessa Doti. Seis estabelecimentos da cidade – Baixo Lourdes, Aloha, Mr Hoppy, Little Joe, Braga Pão de Queijo e Casa Amora – estão escalados para servir pratos como ceviche, poke, hambúrguer e pizza. No cardápio de bebidas, drinques a base do refrigerante. A House of H2OH! será realizada das 10h às 19h no BeGreen Boulevard, Bairro Santa Efigênia. Para entrar, basta preencher gratuitamente o formulário disponível em www.facebook.com/H2OHBrasil/. 


Publicidade