UAI
Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Domingo cultural romântico para namorar à vontade

Programação em BH terá concerto com peças de Wagner e Tchaikovsky, recital com clássicos de Astor Piazzolla e show com hits de Whitney Houston e Céline Dion


12/06/2022 07:25 - atualizado 12/06/2022 07:24

Vista aérea do Parque Municipal, com pessoas sentadas na grama para ouvir concerto de música
Nesta manhã, o Parque Municipal voltará a ser palco de concerto ao ar livre da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, com repertório conhecido do público (foto: Paulo Lacerda/divulgação )
Comemorado neste domingo (12/6), o Dia dos Namorados é uma data que aquece a agenda cultural de Belo Horizonte – sobretudo após a prolongada suspensão de eventos presenciais imposta pela pandemia. Entre as opções estão concertos da Sinfônica de Minas Gerais e da Orquestra Ouro Preto, além do espetáculo recheado de canções românticas que ficaram famosas nas vozes de Whitney Houston e Céline Dion.

O palco para a apresentação da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, sob a regência do maestro-assistente André Brant, será o Parque Municipal Américo Renné Giannetti. Começa às 10h e faz parte da série “Concertos no parque”, da Fundação Clóvis Salgado. A entrada é gratuita, mas exige-se cadastro prévio pelo Sympla e apresentação do cartão de vacina contra COVID-19 e febre amarela.

ECLETISMO 

O repertório, informa o maestro, será bastante eclético. “Teremos peças muito divertidas, cuja melodia o público de certa forma já escutou e irá reconhecer. São obras que falam essencialmente sobre o amor, como as belas 'Morte do amor de Isolda', de Richard Wagner, e 'A bela adormecida', de Piotr Tchaikovsky. Traremos uma grande variedade de peças curtas e leves”, explica André Brant.

O programa começa com a abertura da ópera “La gazza ladra”, do compositor italiano Gioachino Rossini. Reconhecida por seu dinamismo, a peça é marcada pela percussão.

Em seguida, a orquestra interpretará “Dança do sabre”, de Aram Khachaturian. Baseada em uma canção folclórica, está entre as obras mais influentes da música popular do século 20.

Entre os outros destaques do concerto estão a “Melodia sentimental”, de Heitor Villa-Lobos, e “O morcego”, de Johann Strauss II.

O evento vai  marcar a primeira vez que André Brant assume a regência da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais em um concerto no Parque Municipal.

“A relação do público com as apresentações ao ar livre é muito diferente, mais participativa. É possível dizer que, nesses casos, as obras geram uma proximidade. Sem contar que, assim, temos a possibilidade de apresentar a orquestra para grande número de pessoas em um novo ambiente”, ele afirma.

PIAZZOLLA

Enquanto a Sinfônica ocupa o Parque Municipal, a Orquestra Ouro Preto se apresenta em palco mais tradicional: o Grande Teatro do Sesc Palladium. O concerto, que faz parte da série “Domingos clássicos”, realizada pelo Sesc Minas e Instituto Ouro Preto, está programado para as 11h, com ingressos variando de R$ 15 a R$ 30.

Maestro Rodrigo Toffolo com a batuta na mão ao lado de Cármelo de los Santos, que toca violino, durante concerto
Homenagem a Piazzolla reunirá o maestro Rodrigo Toffolo e o violinista Cármelo de los Santos (foto: Iris Zannetti/divulgação )

“Piazzolla 101”, sob regência do maestro Rodrigo Toffolo, homenageará o centenário de nascimento do compositor Astor Piazzolla. Se estivesse vivo, o argentino teria chegado aos 100 anos em 11 de março de 2021, mas, naquele dia, a comemoração foi prejudicada pela pandemia de COVID-19.

O repertório terá apenas a obra do compositor portenho, marcada pela dramaticidade e pelo romantismo. Entre as peças estão “Suíte del angel”, “Escualo”, “Tzigane tango” e “Libertango”.

A apresentação da orquestra mineira contará com dois solistas: Rufo Herrera e Cármelo de los Santos.

Argentino radicado em Minas Gerais há quase 60 anos, Herrera é referência no bandoneom, instrumento no qual Piazzolla se destacou.

Já o gaúcho Cármelo de los Santos é conhecido, desde jovem, pela virtuose no violino e está entre os solistas mais requisitados por formações orquestrais do Brasil e do exterior.


DIVAS

Neste domingo de homenagem a grandes nomes da música internacional, o espetáculo “Uma saudação às divas” se concentra em duas estrelas do pop: Whitney Houston e Céline Dion. A apresentação, às 20h, ocorrerá no Centro Cultural Unimed BH, no Minas Tênis Clube. Os ingressos, cujo preço varia de R$ 50 a R$ 120, estão à venda por meio do site Eventim.

Cantoras Li Martins e Mylena Jardim sorriem para a câmera
Li Martins e Mylena Jardim fazem show dedicado a Céline Dion e Whitney Houston, divas do pop (foto: Acervo pessoal )

Criado e dirigido por Rafael Mello, o espetáculo é protagonizado por Mylena Jardim, vencedora do “The voice Brasil” em 2016, encarregada das canções de Whitney, e por Li Martins, ex-integrante do grupo Rouge, responsável por interpretar músicas de Céline.

Devidamente caracterizada com roupas que fazem referência à homenageada, Mylena, mineira de BH, interpreta uma série de hits de Whitney Houston: “I have nothing”, “Greatest love of all”, “Run to you” e “I will always love you”.

A paranaense Li vai cantar “Because you loved me”, “The prayer”, “I drove all night” e “My heart will go on”, que ficaram famosas na voz de Celine Dion.

O espetáculo também terá seção dedicada à estrela americana Mariah Carey, com “Without you”, “Endless love” e “Hero”, entre outras canções. Além disso, o show contará com a participação especial do cantor e compositor carioca Rafael Oliveira.

PROGRAMAÇÃO

“CONCERTOS NO PARQUE”

Neste domingo (12/6), às 10h. Parque Municipal Américo Renné Giannetti, Av. Afonso Pena, 1.377, Centro. Entrada franca, mediante cadastro pela plataforma Sympla e apresentação de cartão de vacina contra COVID-19 e febre amarela. Informações: (31) 3236-7400.

“PIAZZOLLA 101”

Neste domingo (12/6), às 11h. Grande Teatro do Sesc Palladium, Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro. Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). À venda pela plataforma Sympla. Informações: www.orquestraouropreto.com.br

“UMA SAUDAÇÃO ÀS DIVAS”

Neste domingo (12/6), às 20h. Centro Cultural Unimed-BH Minas, Rua da Bahia, 2.244, Lourdes. Inteira: R$ 120 (plateia 1) e R$ 100 (plateia 2), com meia-entrada na forma da lei. À venda por meio do site Eventim. Informações: (31) 355-1360.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade