UAI
Publicidade

Estado de Minas CONQUISTA

De babá a atriz: conheça a brasileira que vai estrear em produção da Warner

Gabriela Amerth, que se mudou para os EUA em 2016, faz parte do elenco do filme 'Brownsville Bred', dirigido por Elaine Del Valle


24/03/2022 12:52 - atualizado 31/03/2022 13:14

Gabriela em premiação da SXSW
Gabriela Amerth, de 27 anos, natural do Rio de Janeiro (RJ), começou a estudar teatro aos 11 anos (foto: Arquivo Pessoal )
A atriz brasileira Gabriela Amerth, de 27 anos, é uma das integrantes do elenco do filme “Brownsville Bred”, produzido pela WarnerMedia, e dirigido por Elaine Del Valle.

Morando nos Estados Unidos (EUA), desde 2016, em busca de uma carreira internacional, a atriz, que nasceu no Rio de Janeiro (RJ), trabalhou como babá, vendedora de bijuterias e garçonete, antes de conseguir o papel no longa-metragem.

Atriz fez diversos trabalhos para se sustentar 

Gabriela explicou que o interesse pelas artes cênicas surgiu na infância, quando ingressou em uma escola de teatro aos 11 anos. “Desde criança sonhava em ser atriz. Sempre gostei de assistir ao Oscar, para saber quais filmes, diretores e atrizes seriam premiados, mesmo que a transmissão fosse feita tarde da noite, vivia pedindo permissão a meu pai”, contou.

No final de 2016, a carioca se mudou para Nova York, nos EUA. “Naquele momento, eu só pensava em ir atrás do meu sonho. Não fazia ideia das dificuldades que enfrentaria, da solidão, nem da diferença cultural que teria em relação aos comportamentos sociais”, afirma.

Segundo Gabriela, mesmo conseguindo uma bolsa de estudos para um curso de inglês de longa duração, as condições financeiras somente permitiram que ela fizesse um de curto período. “Me matriculei em uma escola por seis semanas. Para financiar a viagem, trabalhei em alguns eventos, como o Rock in Rio e as Olimpíadas, além de conseguir o apoio de amigos e alguns familiares, como o meu avô, que mesmo sem grande poder aquisitivo, me ajudou”, contou.

Após chegar nos EUA, a atriz descobriu que, com o visto de quatro anos, conseguiria permanecer no país, desde que mantivesse os seus estudos. “Encontrei a escola de inglês com o valor mais acessível da cidade  e comecei a trabalhar em vários lugares, não somente para pagar o curso, como também para me sustentar", explicou.

Antes de sua estreia, a Gabriela trabalhou como babá, atendente, garçonete, passeadora de cães e vendedora de bijuteria. “Esses trabalhos foram fundamentais para eu conseguir morar aqui, ainda que meu dinheiro fosse contado para as despesas, não sobrando quase nada. Nesse período, trabalhei como babá durante três anos”, contou.

A conquista de atuar em uma produção da WarnerMedia

Nessa época, Gabriela Amerth explicou que só conseguiu fazer algumas figurações voluntárias, sendo algo que não a motivava tanto. Como ainda não tem agente, ela passou a fazer testes de audições no site americano "Actors Access", a fim de conquistar papéis em variadas produções. “Gravei um reel de atuação e fiz a submissão para alguns personagens disponíveis na plataforma. Até conseguir a resposta para participar do elenco de ‘Brownsville Bred’, eu fiz cerca de 70 testes”, contou.


De acordo com a carioca, a inscrição para integrar o elenco do filme ocorreu em novembro de 2020, mas a resposta chegou somente em março do ano passado, quatro meses depois.

“Quando a equipe de elenco me ligou, foi um misto de emoções, não conseguia parar de sorrir e me sentir grata pela oportunidade. Liguei para a minha família e amigos, e todos choramos de felicidade. Finalmente, estava começando a realizar o meu sonho”, comemorou.

Gabriela assegura que nunca pensou em desistir e que, mesmo com algumas pessoas duvidando do seu sucesso e das dificuldades em sua trajetória, não se deixou abater. “Trabalhei muito duro para chegar aqui, mas, também por pensar de maneira estratégica e estar no lugar certo, na hora certa, tudo se encaminhou. Me sinto muito sortuda e feliz, quero realizar um bom trabalho para que mais portas sejam abertas”, completou.

 

'Brownsville Bred’ é premiado em festival

O filme, que faz parte do WarnerMedia 150 — segmento que financia projetos independentes —, é dividido em quatro partes, sendo que a primeira foi exibida no domingo (13/03), no festival de cinema South by Southwest (SXSW), em Austin, no Texas, nos EUA.

Além disso, o longa-metragem foi premiado na categoria Episodic Pilot Competition — que premia filmes que ainda estão em processo de gravação —, no evento que começou no dia 11 de março, e se encerrou na última sexta (19). O objetivo foi conseguir recursos para finalizar as filmagens das outras  três partes em meados de julho deste ano .

Conforme a atriz brasileira, participar do SXSW é outra experiência incrível que está vivendo, pois, se trata de um festival enorme e conta com a presença de diversos atores renomados.

"Depois da apresentação das primeiras filmagens no festival, fomos a uma festa na Warner Media House, onde a minha foto e a dos meus colegas estavam na parede e passavam no telão. Foi surreal poder me ver ao lado da logo da WarnerMedia".

Gabriela Amerth

Gabriela afirmou que ainda não há uma previsão para o filme chegar aos cinemas e às plataformas de streaming. “Não vejo a hora do público poder assistir, mas, após o fim das gravações, acredito que o longa vai passar por alguns festivais antes de ser distribuído”, explicou.

 

Filme relata a história da diretora Elaine Del Valle

“Brownsville Bred” retrata a infância da diretora Elaine Del Valle, que cresceu na zona periférica do Brooklyn, em Nova York, e teve que lidar com o vício de drogas do seu pai. O longa-metragem é uma adaptação de um livro e uma peça — apresentada na  Off-Broadway — também escritos e produzidos pela cineasta.  Elaine já participou de filmes como “Elliot Loves” (2012), e dirigiu “Princess Cut” (2020) e “Me 3.769” (2019).

Summer Rose Castillo e Gabriela Amerth durante as gravações do filme
A atriz Summer Rose Castillo e Gabriela Amerth nas filmagens de 'Brownsville Bred' (foto: Warner Media 150/ Elaine Del Valle)
No longa,  Gabriela interpreta a tia de Elaine, Elizabeth, que sofre de hipóxia cerebral, condição responsável por diminuir o oxigênio no cérebro e que, consequentemente, pode afetar algumas habilidades motoras e comportamentos sociais.

Além da  carioca, o elenco, incluindo a diretora, é formado por atores de cultura latino-americana. Entre eles estão a estrela da Broadway Javier Muñoz — que fez parte dos musicais "Hamilton", peça ganhadora de 11 Tony Awards, e "In The Heights" — e a atriz regular da série "Orange Is The New Black", da Netflix, Karina Ortiz.

SXSW é produzido desde 1978

Criado em 1978, o SXSW é um conjunto de festivais de cinema, música e tecnologia, que acontece normalmente no mês de março, na cidade de Austin, no Texas, nos EUA.

Neste ano, o evento contou com participação, além da atriz brasileira, de grandes nomes do cinema, como Sandra Bullock, Anne Hathaway, Jared Leto, Shawn Mendes e Lizzo.

*Estagiária sob supervisão da subeditora Fernanda Borges 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade