UAI
Publicidade

Estado de Minas LITERATURA

Bárbara Buzatti lança seu primeiro livro, ''A região abissal do mar''

O tempo se embaralha na ficção autobiográfica em que cartas são enviadas a misterioso destinatário. Sessão de autógrafos será neste sábado (18), em BH


18/12/2021 06:00 - atualizado 18/12/2021 07:25

Bárbara Buzzati lê originais presos a máquina de escrever laranja, na mesa de cozinha com bule vermelho. Ao fundo, vêem-se pia, panelas e filtro de água
Bárbara Buzzati diz que seu livro traz muito de diário, mas se abre a outras linguagens (foto: Eduardo Santos/Divulgação)
Bárbara Buzatti estreia na literatura com “A região abissal do mar” (Impressões de Minas), que será lançado neste sábado (18/12), em Belo Horizonte. A editora Elza Silveira classifica o livro dela como “ficção autobiográfica”. Cartas são destinadas a Ausente, que parte em uma viagem fantástica pelo oceano e ignora a missivista.

“É uma escrita muito aberta, então ela se mistura um pouco. A linguagem é meio parecida com a do diário, mas tem um destinatário. Não é porque ele não responde que a mensagem deixa de ter um destinatário”, comenta Bárbara.

A narrativa não cronológica é marcada pelas estações do ano. “Elas organizam o tempo de um jeito que não importa se agosto vem antes de setembro. As cartas são datadas em três momentos: um deles, ainda na superfície, é o ano do golpe, 2016, no outono-inverno. Depois temos o bloco de cartas na primavera, escritas em mar aberto. Por fim, há a região abissal do mar”, diz Bárbara.

Nessa viagem, não há verão. “Olha que engraçado... Não pensei nisso, não. A escrita é algo tão fluido que a gente escreve o que é da gente, né? Só depois fui perceber: 'Bárbara, não tem verão'. Acho que é porque estava interessada no mergulho profundo, sem muita luz. Um lugar mais desconhecido, inóspito”, comenta.

O mergulho e o oceano remetem ao “mundo abissal” da psiquê humana. “O livro foi escrito num daqueles momentos da vida em que a gente precisa encontrar saída”, diz Bárbara. A forte presença da primavera, estação do desabrochar, é associada ao luto que antecede a mudança.

“O trabalho de se autoconhecer é muito corajoso. A gente demora muito tempo para chegar naquele ponto de coragem e falar: agora ou eu vou ou não vai dar para sair daqui. Isso porque algumas dores paralisam a gente”, diz Bárbara.

O livro foi escrito nos períodos em que a autora se dividia entre o Rio de Janeiro, perto do mar, e Ouro Preto. Enquanto estudava artes cênicas na Ufop, na cidade histórica, ela fazia mestrado na Universidade Federal Fluminense (UFF).

O lançamento está marcado para as 10h de hoje, no Yanã Espaço Cultural, comandado pela chef Carol Pacheco. A escolha do local expressa o desejo de Bárbara Buzzati de reforçar a sororidade feminina.

“Quando a personagem está escrevendo um livro, que é uma conversa com a ausência, penso que há muitas mulheres neste texto comigo. Então, fazia muito sentido lançá-lo num espaço gerido por mulheres.” Dentro desse conceito, serigrafia e ilustrações são assinadas pela designer visual Maíra Paiva.

“A REGIÃO ABISSAL DO MAR”

• Livro de Bárbara Buzatti
• Impressões de Minas
• 80 páginas
• R$ 50
• Lançamento neste sábado (18/12), das 10h às 15h, no Yanã Espaço Cultural  – Avenida Francisco Sá, 663, Prado

*Estagiário sob supervisão da editora-assistente Ângela Faria


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade