UAI
Publicidade

Estado de Minas

Amigos se unem em campanha por Guido Franco

Mais reconhecido afinador de piano em Belo Horizonte, ele está com 78 anos e enfrenta problemas de saúde


24/09/2021 07:25 - atualizado 24/09/2021 20:41

O afinador de piano Guido Franco, exercendo sua atividade no Palácio das Artes, em 2014
O afinador de piano Guido Franco, exercendo sua atividade no Palácio das Artes, em 2014 (foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)
Depois de trabalhar com afinação de pianos , cravos e órgãos por mais de 50 anos, Guido Odilon Franco tenta agora se recuperar de três infartos sofridos, sendo o primeiro em 2010 e os outros em agosto passado.

Atualmente, ele se encontra internado no Hospital São Francisco, no Bairro Concórdia, na capital mineira e, para custear as despesas do seu tratamento , os amigos resolveram promover uma vaquinha virtual que está circulando pela internet.

 

As doações podem ser feitas através do Banco Inter S/A. (077), em nome de Thiago José Tuna Franco, chave Pix: 06757271621.

Segundo o filho Thiago Franco, o pai está prestes a completar 79 anos e seu estado de saúde vem melhorando aos poucos. "Infelizmente, ele não tem plano de saúde, porém está sendo tratado pelo SUS . O problema é que as despesas extras são bastante altas, pois ele também necessita de cuidadores trabalhando diariamente. Diante disso, a ideia de fazer a vaquinha virtual, encabeçada por seus amigos, tem sido providencial nesse seu processo de recuperação, uma vez que ele está sem trabalho e renda."

Thiago explica que o movimento #amigosdoGuido é uma iniciativa voluntária por uma rede de amigas, amigos e familiares que estão se organizando. Ele ressalta que o pai vinha trabalhando normalmente e sempre ao lado de uma das irmãs que o acompanhava durante os serviços.

"Isso vinha acontecendo desde quando ele se infartou em 2010 e ficou um mês em coma. A partir dali, essa minha tia passou então a ajudá-lo, até que, em agosto deste ano, no Dia dos Pais, ela sofreu um infarto. Foi operada e hoje se encontra em recuperação na casa de uma irmã. Isso foi em um domingo e, na madrugada de segunda para terça, ele também teve um infarto. Então, foi um susto muito grande, pois foi um logo atrás do outro, uma loucura."

Guido foi levado para o Hospital João XXIII e lá ainda teve outro infarto. "Então, foi transferido para a Santa Casa, que é referência em doenças do coração. Depois de alguns dias sendo medicado, obteve alta e voltou para casa, porém passou mal por problemas decorrentes do infarto, além de um problema renal que ele já tinha. Assim, o levamos para o São Francisco, onde se encontra. Atualmente, está consciente, mas o quadro clínico geral dele é delicado e inspira cuidados, pois ainda muito frágil. Perdeu peso, está fraco e se recuperando, mas é um processo demorado. Graças a Deus não está correndo risco de morte. Já passou por esse momento e conseguiu se recuperar", conta o filho.

"Ele conhece muita gente, então é telefone tocando o tempo inteiro, com muitos clientes querendo saber notícias, outros querendo agendar afinação, enfim, um monte de coisas", diz Thiago. Ele lembra que, antes do infarto, Guido estava trabalhando normalmente.

"Ele afinava para vários locais, como o Palácio das Artes e o Teatro da Assembleia, entre tantos outros. Como é autônomo, mantinha contratos fixos com alguns locais."

Guido era sempre o afinador convidado para cuidar dos instrumentos de astros como Paul McCartney, Elton John e Guns n' Roses, Nelson Freire, Arthur Moreira Lima e Arnaldo Cohen, em suas apresentações em BH, conforme conta Thiago.

Com muito orgulho, Thiago garante que o pai ainda é um dos maiores afinadores brasileiros. "Ele é incrível. A história dele é fantástica. Cresceu em Lagoa Santa, mas nasceu na cidade de Caeté. Ele não é um pianista, porém gosto de falar que ele é como se fosse um mecânico de um carro de Fórmula 1, que deixa o carro em ponto de bala para o piloto fazer a corrida. Meu pai deixa o instrumento do melhor jeito possível para que o pianista possa trabalhar tranquilo."

Guido começou a aprender a afinar pianos ainda muito jovem, com o tio Afonso Franco, que foi aprendiz do maestro italiano Mario Pastori. Ao longo de sua carreira, afinou pianos para grandes nomes nacionais e internacionais.

"Além dos citados acima, também se incluem Chico Buarque, Alice Cooper, Richard Claiderman, Barry White, Skank, Jota Quest e tantos outros. Em sua carreira, meu pai vem trabalhando com as principais marcas de piano, como Fritz Dobbert, Essenfelder, Zimmermann, Shwartzmann, Michael, Yamaha, marca da qual é afinador credenciado, Steinway, Bluthner, Bosendorfer, Bechstein, Wawai, Baldwin e Petrot."

As doações podem ser feitas através do Banco Inter S/A. (077), em nome de Thiago José Tuna Franco, chave Pix: 06757271621.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade