Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Impedido de fazer turnê, Confeitaria vai à luta e lança clipe ''Lollipop''

Gabriel Murilo e Lucas Mortimer convidaram artistas das cidades onde se apresentariam para dirigir vídeos de cinco canções do disco ''Confins''


15/09/2021 04:00 - atualizado 14/09/2021 23:54

Montanhas estão presentes na sonoridade do Duo Confeitaria, que se dedica ao rock instrumental (foto: Moviola Midia Livre/divulgação)
Montanhas estão presentes na sonoridade do Duo Confeitaria, que se dedica ao rock instrumental (foto: Moviola Midia Livre/divulgação)

Formado por Gabriel Murilo e Lucas Mortimer, o duo de post-rock instrumental Confeitaria prepara novidades para 2021. Nesta quarta-feira (15/09), o clipe de “Lollipop” chega ao canal da dupla no YouTube. É o primeiro de quatro vídeos que serão lançados até o final do ano.

Em 2018, Gabriel e Lucas divulgaram o segundo disco deles, “Confins”, depois fizeram shows nos festivais Transborda e Morrostock, além de turnê pelo Sul do país. O duo estreou com o álbum “Enero” (2016), inspirado na Cordilheira dos Andes e na Patagônia. “Confins” traz as “montanhas de cá” – ou seja, a região mineira da Lapinha.

VIAGEM

“Nosso trabalho é ancorado no conceito das viagens bucólicas, em lugares mais ermos, longe do contato humano e da tecnologia, falando um pouco de introspecção e tentando traduzir isso para a nossa musicalidade”, explica Gabriel Murilo.

Os cinco clipes foram criados para as faixas de “Confins”. O lançamento estava previsto para a turnê do álbum, inviabilizada pela pandemia. “Como não conseguimos realizar a turnê, a gente decidiu transformar o projeto e fazer os videoclipes”, revela o músico.

Gabriel e Lucas convidaram produtores audiovisuais dos locais por onde a temporada passaria. “Foi uma forma de continuarmos nos relacionando com as cenas daquelas cidades. Fomos procurando, pedindo referências e encontrando as pessoas. Pessoas diferentes de nós, que tivessem outras experiências de vida, que trouxessem outro olhar sobre a nossa obra”, explica Gabriel Murilo.

O clipe de “Lollipop” é assinado por Leticiah Futata, de Curitiba (PR). “Ela trouxe uma leitura bacana dessa música, a mais pop e dançante do disco”, diz o mineiro. O próximo lançamento será o vídeo de “Brisa”. “Foi feito por Ana Morais, profissional 'itinerante' que já trabalhou conosco. Atualmente, está em João Pessoa (PB), é de Campinas (SP) e já morou em Uberlândia (MG)”, conta ele. “Ana foi costurando o Brasil, traz a leitura de sua vivência lá da capital da Paraíba e também um pouco das viagens dela”, adianta.

“O fio da navalha” é a faixa “mais pesada” do projeto, diz Gabriel Murilo. O terceiro clipe convidará o ouvinte à introspecção. “Densa e forte, essa música busca tratar da experiência no limite da existência humana. Ou seja, loucura, sofrimento, liberdade e prisão.”

Thiago Dezan assinou o vídeo. “Um dos fundadores do Mídia Ninja, ele trabalha na Agência Farpa. Cinegrafista ativista, Thiago circula o mundo fazendo registros em defesa dos direitos humanos”, informa o compositor. Com imagens de uma prisão de segurança máxima superlotada de São Salvador, capital de El Salvador, o clipe, segundo o músico, “denuncia as condições superprecárias do sistema prisional mundial, que, sabemos, é falido.”

O quinto vídeo, “Genki dama”, virá da leitura da cinegrafista Paula Dante sobre uma canção abstrata e cheia de improvisos. “Uma loucura de sonoridades instrumentais”, comenta Gabriel. “A estética é bem delicada, diferente da onda da música. Trará um contraste bem legal, trabalhando simplesmente com cores e um personagem dançando, acompanhando o movimento abstrato das tintas e das cores.”

“Granadilha” remete à paixão humana e também ao maracujá latino-americano, muito conhecido na Colômbia. “Fazemos a brincadeira com a palavra granadilha, a fruta da paixão, mas que se parece com granada, bomba. A paixão pode ser muito explosiva também, não necessariamente a paixão conjugal, mas as paixões humanas”, comenta Gabriel.

A Companhia Pigmentar, grupo de teatro belo-horizontino que apresentou a peça “Glauco”, sobre o amor entre dois homens – um cego, o outro negro – assina o clipe de “Granadilha”. O vídeo, diz o músico, “vai trazendo corpos para a cena, convidando o ouvinte a experimentar os lugares desses corpos na relação amorosa entre os dois personagens”.

POEMA

A trilha de “Glauco”, aliás, contou com músicas da Confeitaria. “O clipe também tem um poema lindo de Luiza Bahia, chamado 'Paixão'”, afirma Gabriel.

Três dos cinco clipes já estão prontos. “O projeto foi viabilizado pela Lei Rouanet, com o apoio de pessoas físicas que querem utilizar o mecanismo que está sendo desmontado pelo governo”, afirma Gabriel Murilo, chamando a atenção para a importância do incentivo cultural para as artes.

CONFEITARIA
Lançamento do clipe “Lollipop”. Nesta quarta-feira (15/09), no canal da Confeitaria no YouTube. As faixas do disco “Confins” estão disponíveis nas plataformas digitais


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade