UAI
Publicidade

Estado de Minas

Confira cinco atuações inesquecíveis de Tarcísio Meira na televisão

Ator, que realizou mais de 60 produções para TV, viveu heróis e vilões com igual importância


12/08/2021 12:34 - atualizado 12/08/2021 13:04

O ator Tarcísio Meira morreu nesta quinta-feira, (12/8), vítima de complicações pela COVID-19. A atriz Glória Menezes, esposa dele, segue internada com a doença.

Tacísio começou a carreira no teatro, também fez cinema, mas ficou consagrado pelas inúmeras novelas das quais participou na televisão. 
 
Aqui, cinco destaques:
 
Com os Cláudios Cavalcanti e Marzo na novela de Janete Clair(foto: Globo/Reprodução)
Com os Cláudios Cavalcanti e Marzo na novela de Janete Clair (foto: Globo/Reprodução)


Irmãos Coragem (1970-1971)
Um dos maiores clássicos da teledramaturgia brasileira, a novela de Janete Clair foi protagonizada por Tarcísio. Como João Coragem, ele mostrou a transformação de um homem simples diante da crueldade do mundo. Garimpeiro de uma pequena cidade de Goiás, ele, ao encontrar um valioso diamante, é roubado pelo coral local. Uma série de injustiças vão fazer com que João se torne um fora da lei, comando um bando de garimpeiros que também foram lesados.  
Como Capitão Rodrigo ao lado da Bibiana de Louise Cardoso(foto: Globo/Reprodução)
Como Capitão Rodrigo ao lado da Bibiana de Louise Cardoso (foto: Globo/Reprodução)
 
Minissérie adaptada do romance de Érico Veríssimo foi, em sua época, o maior investimento da Globo no formato. Como o Capitão Rodrigo Cambará, Tarcísio participou da segunda fase da pro0dução. O personagem era um homem imponente que chegou à província de Santa Fé e causou desconfiança entre os locais. Mas logo se apaixonou por Bibiana, interpretada por Louise Cardoso na juventude e Lilian Lemmertz na velhice. Quando fez o mesmo personagem no filme homônimo (2013) de Jayme Monjardim, Thiago Lacerda afirmou que sua intenção foi fazer uma homenagem ao Capitão Rodrigo de Tarcísio.
Irreconhecível como o vilão Hermógenes em
Irreconhecível como o vilão Hermógenes em "Grande sertão" (foto: Globo/Reprodução)
 
Grande sertão: Veredas (1985)
Ainda que muita gente remeta o sucesso da adaptação do época de Guimarães Rosa à relação entre Tony Ramos (Riobaldo) e Bruna Lombardi (Diadorim), Tarcísio teve um grande papel na minissérie. Foi Hermógenes, o jagunço que foi o vilão da superprodução que comemorou os 20 anos da Globo. Hermógenes assassina Joca Ramiro (Rubens de Falco) numa emboscada e é jurado de vingança por Riobaldo. O embate final entre os dois foi um dos grandes momentos da série.
Com Bruna Lombardi em
Com Bruna Lombardi em "Roda de fogo" (foto: Globo/Reprodução)

Roda de fogo (1986)
Nas novelas, Tarcísio fez vários empresários poderosos. Mas nenhum deles foi como Renato Villar. No início da trama ele é um ambicioso e sem escrúpulos. Quando descobre a existência de um dossiê com irregularidades em uma de suas empresas, decide se aproximar de Lúcia Brandão (Bruna Lombardi), a juíza incorruptível que iria julgar o caso. Os dois se apaixonam e ela passa a viver um conflito. Só que numa reviravolta rocambolesca, Renato é diagnosticado com um tumor cerebral e muda radicalmente seu comportamento. 
Um vilão pervertido na minissérie
Um vilão pervertido na minissérie "A muralha" (foto: Globo/Reprodução)

A muralha (2000)
Na minissérie de Maria Adelaide Amaral inspirada no romance homônimo de Diná Silveira de Queirós Tarcísio recebeu o prêmio de melhor ator pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). Na trama de época, ele interpretou Dom Jerônimo Taveira, mais um vilão. Um comerciante perverso, ele é síntese da hipocrisia religiosa de seu tempo. Ao mesmo tempo em que denuncia pessoas para a Inquisição, estupra e escraviza mulhares. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade