Publicidade

Estado de Minas ARTES CÊNICAS

Caso dos Irmãos Naves inspira peça do grupo Ínteros Coletivo de Atores

Projeto 'INCASA', que aborda a confiabilidade no Poder Judiciário e falhas cometidas por juízes, estreia no YouTube, com sessões até 18 de abril


08/04/2021 04:00 - atualizado 08/04/2021 07:49

Em Araguari, a família Naves viveu um pesadelo por três décadas(foto: Luiz Alfredo/O Cruzeiro/EM/D.A Press - 1958)
Em Araguari, a família Naves viveu um pesadelo por três décadas (foto: Luiz Alfredo/O Cruzeiro/EM/D.A Press - 1958)
O projeto “INCASA” estreia nesta sexta-feira (9/4), inspirado em um caso rumoroso de erro judicial ocorrido em Minas Gerais. Os irmãos Sebastião e Joaquim Naves passaram oito anos na prisão acusados de assassinar um primo que, na realidade, não morrera.

Na década de 1930, os dois foram vítimas de torturas e atrocidades cometidas pelo militar Chico Vieira, delegado de Araguari indicado pela ditadura Vargas, que atribuiu o “crime” a eles. Absolvidos em primeira instância, os dois acabaram condenados pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Só no final dos anos 1950 eles foram considerados inocentes. Em 1967, o escândalo inspirou o filme “O caso dos irmãos Naves”, de Luís Sérgio Person, protagonizado por Juca de Oliveira e Raul Cortez.

Em junho de 2020, o Ínteros Coletivo de Atores pretendia apresentar a peça “Os Naves” nas ruas e praças da periferia de São Paulo, mas a pandemia inviabilizou o projeto.

No espetáculo on-line “INCASA”, o grupo retoma a discussão sobre a confiabilidade do Judiciário com base em recentes polêmicas envolvendo decisões questionáveis de juízes e tribunais. A temporada on-line e gratuita ocorrerá em 9, 10, 11, 16, 17 e 18 de abril, às 20h, com transmissão no canal do Ínteros no YouTube.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade