UAI
Publicidade

Estado de Minas CINEMA

Estrelado por LeBron James, 'Space Jam 2' repagina personagens animados

Questões como assédio e sexualidade foram repensadas na sequência do sucesso de 1996


10/03/2021 18:45 - atualizado 10/03/2021 19:04

Lola Bunny, amiga do Pernalonga, foi readequada para as crianças (foto: Warner Bros/Divulgação)
Lola Bunny, amiga do Pernalonga, foi readequada para as crianças (foto: Warner Bros/Divulgação)
Diante do sucesso de “Um príncipe em Nova York 2”, não surpreende que outros filmes lançados há mais de 20 anos terão uma sequência agora. É o caso da animação híbrida “Space Jam 2”. No primeiro filme, “Space Jam: O jogo do século”, lançado em 1996, o astro máximo do basquete, Michael Jordan, que vivia seu auge nas quadras, se juntou a Pernalonga e aos outros Looney Tunes para protegê-los de invasores alienígenas em uma megapartida. 

A sequência foi anunciada oficialmente ainda em 2014, estrelando LeBron James, o melhor jogador em atividade atualmente. Contudo, a produção se arrastou e começou de fato apenas em 2019. Nesta semana, foi possível ver um pouco do que virá na estreia, prevista para o próximo mês de julho. 



Apesar de ser uma história lúdica, com alguns dos personagens mais queridos do público infantil, foi preciso repaginar elementos do passado. Em uma coleção de imagens do novo filme divulgadas pela Warner e publicadas na “Entertainment Weekly”, chamou a atenção do público a nova apresentação de Lola Bunny, amiga do Pernalonga. 

No primeiro filme, ela aparece sexualizada, com trajes curtos e justos, revelando formas humanas femininas, ainda que ela seja uma coelha. Esses caracterização foi descartada desta vez. 

Em entrevista à “Entertainment Weekly”, o diretor Malcolm D. Lee esclareceu que foi um dos objetivos da produção tornar Lola mais adequada às crianças e fortalecer sua personagem na narrativa do filme.

"Estamos em 2021. É importante refletir a autenticidade de personagens femininas fortes e capazes. Por isso repaginamos muitas coisas, não apenas sua aparência, como ter certeza de que ela tinha um comprimento adequado em seus shorts e era feminina sem ser objetificada, dando a ela uma voz real". 

Vale lembrar que, diferentemente do primeiro filme, jogadoras da WNBA (principal liga profissional de basquete feminino dos EUA) aparecerão ao lado de outros astros da NBA que farão companhia a LeBron.  

Galanteador, gambá Pepe Le Pew foi excluído


Outra mudança tem a ver com o gambá Pepe Le Pew, criado ainda nos anos 1930, mas conhecido no mundo das animações por ser exageradamente galanteador. Em vários momentos, ele insiste em perseguir a gata Penélope com seus flertes e investidas, mesmo com a negativa da personagem. Como o comportamento do personagem pode ser configurado como assédio, o desenho chegou a ser acusado de “normalizar a cultura do estupro”. Desta vez, Pepe Le Pew foi excluído.

O personagem até teve uma cena gravada na sequência, na qual trabalha como barman e paquera uma cliente (interpretada pela brasileira Greice Santo), que lhe dá um tapa e joga a bebida em seu rosto, depois que ele beija o braço dela sem autorização. A decisão de deletar a cena, segundo o portal “Deadline”, veio depois que Malcolm D. Lee substituiu Terence Nance na direção do filme, ainda em 2019. 

No ano passado, a HBO Max já havia excluído o uso de armas dos personagens Hortelino e Eufrazino em uma nova versão da série televisiva dos Looney Tunes produzida para a plataforma de streaming. A decisão foi uma resposta às campanhas contra a violência armada nos EUA. 

Antes disso, outras continuações realizadas muito tempo depois das histórias originais já trouxeram mudanças notáveis de perspectiva. A nova trilogia de “Star wars”, iniciada em 2015, é um exemplo, ao ter como protagonista a poderosa Rey, interpretada por Daisy Ridley. Sinais de que, no cinema atual, a volta de histórias antigas deve passar por novos olhares. 



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade