Publicidade

Estado de Minas REALITY

BBB21: Veja o passo a passo do tombo de Karol Conká no programa

Com uma desastrosa participação na primeira semana de confinamento, a rapper enfurece os fãs do reality, recebe desaprovação e coloca a carreira em risco


03/02/2021 04:00 - atualizado 03/02/2021 07:44

No confinamento, Karol Conká fez uma campanha de humilhação ao ator Lucas Penteado(foto: Fábio Rocha/Divulgação)
No confinamento, Karol Conká fez uma campanha de humilhação ao ator Lucas Penteado (foto: Fábio Rocha/Divulgação)
Quando a rapper curitibana Karol Conká, de 35 anos, foi anunciada na cota dos “famosos” que fariam parte da edição 2021 do Big brother Brasil, houve comemoração entre seus fãs, que previam uma performance empoderada da “sister” no programa. 

Em uma semana de confinamento, no entanto, o comportamento da artista no programa, que ela classifica como “insubmisso”, já a levou diversas vezes ao topo de menções no Twitter (com pedidos para sua expulsão), fez outros nomes da música, como Ludmilla e Emicida, deplorarem suas atitudes e levou a uma debandada de seguidores em suas redes sociais. 

Desde a terça-feira (2/2), sua carreira começou a sofrer consequências concretas. O festival Rec-Beat, para o qual ela deixou um show pré-gravado antes de entrar no reality, cancelou a apresentação. Já o canal GNT (do grupo Globo) engavetou um programa apresentado por ela e repudiou o tratamento que a rapper dispensou dentro da casa ao ator Lucas Penteado, de 24.
 
''Comunicamos a decisão de suspender a exibição do registro audiovisual da apresentação da artista Karol Conká na edição digital do evento, que acontecerá no dia 14/2 no canal de YouTube do festival. Essa decisão foi tomada em comum acordo entre a direção do Rec-Beat e a produção da artista'', informou o evento em nota.

O festival pontua a ''absoluta discordância'' em relação às atitudes de Conká. E esclarece que, em 25 anos, o evento ''consolidou valores como respeito à diversidade, raça, cor, etnia, origem e condição, pela equidade de gêneros, pela inclusão, pelo exercício da democracia e total liberdade de expressão que respeite tais princípios''.

O GNT desistiu de transmitir na televisão o programa Prazer, feminino, apresentado por Karol Conká e a ex-BBB Marcela McGowan. A informação foi divulgada pela colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo. De acordo com ela, a emissora tomou a decisão por causa das polêmicas envolvendo a participação da rapper no BBB.
 

ESTREIA SUSPENSA 


Prazer, feminino estreou no ano passado no YouTube do GNT. A atração teve duas temporadas, nas quais Karol e Marcela conduziam um bate-papo com famosas sobre sexo. O sucesso do programa na web e a entrada de Karol no BBB fizeram com que o canal decidisse transmiti-lo na telinha. A previsão de estreia era o próximo dia 22.

Recapitulando: tudo começou na festa Réveillon, a primeira da edição, quando Lucas discutiu por mais de uma hora com Kerline. Em pauta, estava a crítica dela a um suposto comportamento invasivo de ''cupido'' que ele vinha exercendo no jogo. Entre drinques e acusações, Kerline chorou muito, enquanto Lucas dizia que não sabia como a havia magoado.

O desentendimento entre os dois continuou no dia seguinte, quando o ator disse à cearense que havia se sentido ''humilhado'' por ela na noite anterior. Kerline também foi chamada por ele de ''dissimulada'' e ''pessoa ruim''. Ambos choraram bastante, e Lucas apontou a questão racial como um fator da humilhação. Kerline é branca. 

Nesse momento, Karol Conká se dizia indignada com a proporção que um assunto sem importância havia tomado e foi dura com Kerline.

Na segunda festa do programa, cujo tema foi Herança africana, Lucas Penteado discutiu com praticamente todos os outros concorrentes ao prêmio de R$ 1,5 milhão e insinuou que havia fingido embriaguez para descobrir a percepção que os adversários tinham dele.

Lucas e Kerline protagonizaram mais uma discussão. Mas quando o assunto voltou a esbarrar na possibilidade de os dois terem um romance dentro da casa, a participante disse ao ator que estava se sentindo ''desestabilizada''.

Em determinado momento, Karol Conká interferiu e disse a Lucas: ''Você não vai desestruturar a Ker, ok? Eu vou proteger a Ker''.

A partir daí, toda a casa decidiu demonstrar a Lucas seu descontentamento por causa das confusões ocorridas na festa. O brother conversou com seus colegas de confinamento, entre diálogos tensos e outros mais acolhedores, como o que teve com o também rapper Projota. No entanto, entre todas as reações dos participantes, a de Karol Conká passou a chamar a atenção.

ISOLAMENTO 


A cantora assumiu a estratégia de isolar Lucas Penteado, além de disparar diversos xingamentos contra ele, chamando-o de ''louco'' e ''abusador''. Ela convenceu os colegas do grupo Vip a excluir Lucas das refeições, obrigando-o a comer sozinho. 

Durante o almoço na tarde da última segunda-feira (1º/2), Karol Conká expulsou Lucas da mesa, pois queria ''comer na paz do senhor''. O vídeo em que ela o enxota da cozinha foi intensamente compartilhado nas redes sociais e detonou uma campanha pela sua expulsão. Interromper um padrão de abuso psicológico que já durava dias era a justificativa para que a Globo agisse. 

Em conversa com outros participantes, a cantora disse: ''Eu humilhei ele. Eu acabei com ele. Falei 'aqui não é clínica de reabilitação'. Tá confundindo. Aqui é BBB, não é big baixaria. Peça pra sair e vá se tratar''.

A tag #KarolConkaExpulsa ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter e diversos artistas passaram a repudiar publicamente as atitudes dela.

O rapper Emicida publicou: ''Meu Deus, Karol'', acompanhado de diversos emojis com expressão de tristeza.

Jojo Todynho, campeã da 12ª temporada de A fazenda, da RecordTV, usou o Instagram para se posicionar. ''Toda a admiração que eu tinha por você acabou. A gente tem que passar a verdade do que a gente é. Não adianta bater no peito e na hora não mostrar. E é isso o que acontece no mundo dos famosos. Muita hipocrisia, muita falação e pouca atitude'', afirmou.

A funkeira também cobrou uma resposta de Boninho, diretor do programa. ''Quero saber qual vai ser o posicionamento do Boninho com isso que estão fazendo com o Lucas'', escreveu ela.

Ludmilla afirmou que pretende fazer mutirão para tirar Karol do programa. ''Ela teve a audácia de perguntar 'aonde estava Deus, o amigo do Lucas'??? Mano, quando ela for para o Paredão eu faço questão de fazer um mutirão para ela sair, quem topa?'', escreveu.

O ator Babu Santana, que participou da edição 2020 do reality, a primeira a incluir participantes famosos, postou uma foto sua ao lado de Lucas Penteado, com uma mensagem para o brother aguentar firme. 

Outra telespectadora assídua do programa, Anitta comparou as atitudes da rapper com os 'cancelamentos' na internet. ''Estou vendo a internet inteira condenar e repudiar o comportamento que é exatamente o mesmo do cancelamento que as pessoas fazem na internet. Não que eu apoie, está me dando agonia, uma angústia de assistir. Mas, galera, essa atitude de se juntar para linchar alguém é a atitude que a internet tem o tempo inteiro com qualquer ser humano que erre'', disse.

INFERNO 


''Vocês transformam a vida da pessoa num inferno por um erro, uma característica, se a pessoa não é do jeito que vocês esperavam que fosse. Então, está sendo muito curioso pra mim ver a internet repudiar um comportamento que é o comportamento da internet hoje em dia: se juntar para linchar, para isolar, fazer um terror psicológico na cabeça de alguém por conta de um erro. É horrível assistir, né?'', escreveu a cantora.

Essa interpretação parece ter inspirado o Jogo da discórdia realizado no programa na noite de segunda-feira (1º/2). Nele, os participantes precisavam apontar dois 'canceladores' dentro da casa. Karol e Lucas protagonizaram os momentos mais tensos, quando a cantora chegou a mandar o ator não olhar na direção dela, mandando-o “virar essa cara de bosta para lá”. Pouco antes, ela já o havia chamado de um “merda”.

Ao final do jogo, Conká levou uma invertida de Tiago Leifert, ao pedir para voltar a falar e explicar suas atitudes no jogo. O apresentador a ignorou e ela retrucou: ''Todo mundo pode falar, menos eu''.

Durante a madrugada de terça (2/2), a cantora se mostrou intrigada com a atitude do apresentador, enquanto tentava absorver o significado da dinâmica. ''Eu não pude falar em nenhum momento na hora em que eu fui apontada pelo Lucas como uma pessoa que chamou ele de 'merda'. É o meu dialeto. Se ele tem esse jeito dele e eu não posso ter esse jeito?'', questionou.

''Talvez sejam essas duas coisas que eu peguei pesado. Falando isso e induzindo todo mundo a ir ao confessionário caso ele surtasse na festa, eu não acho normal, que é o comportamento dele. Ou talvez seja porque não havia o que eu me defender naquela hora, sendo que seria só mais um blá-blá-blá. Eu realmente não sei o que é'', completou.

REDUÇÃO DE DANOS 


Em vista de todos esses acontecimentos, a equipe de Karol Conká publicou uma série de tuítes, na tentativa de reduzir os danos dos últimos dias. A nota afirma que a cantora está recebendo ataques ''de forma indiscriminada'', ''ameaças, agressões físicas, xingamentos e até mentiras de falas que não existiram'' e classifica como “desproporcional” a reação ao seu comportamento.

O texto também destaca que Conká é ''uma mulher preta, mãe solteira e pioneira da cena do rap feminino brasileiro'', o que confere uma ''fragilidade'' à sua figura.

''Nós que administramos as redes sociais da Karol Conká estamos chocados que as coisas estão indo muito além do BBB. Transformando ela no pior inimigo que tem no país. Essa política do cancelamento não chega nem perto de ser saudável, nem a solução para quem a recebe'', diz um trecho. 

Ao longo da terça-feira (2/2), Karol Conká deu mostras de ter absorvido os significados do Jogo da discórdia. Antes da dinâmica, ela havia comentado que poderia estar sendo vista como “megera” por parte do público, mas insistiu em que estava no programa para mostrar a imagem de uma mulher “insubmissa”. 

Um dia depois de perceber que Tiago Leifert não lhe concedeu o privilégio da fala no momento em que ela queria, a rapper procurou Lucas Penteado com um convite. ''Tá tudo bem. Eu vim te chamar para almoçar, já que um comentário que eu fiz ontem me fez me sentir mal pelo que eu falei. Fiquei sentida'', disse.

A “sister” admitiu que é orgulhosa e precisa impor limites a si mesma. Também afirmou que não deseja mal ao ator, disse que não vai mais provocá-lo e lhe deu um abraço. 

O assunto foi um dos mais comentados do Twitter, com uma hashtag que a classifica como falsa. E artistas continuaram a se manifestar, ainda que indiretamente. “Compaixão só quando dói no bolso não é compaixão, tá, kkk”, tuitou a atriz Maisa Silva, que tem comentado o programa na rede social.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade