Publicidade

Estado de Minas CINEMA

Keira Knightley não fará mais cenas de sexo em filmes dirigidos por homens

'Me sinto desconfortável tentando retratar o olhar masculino', diz a atriz. No longa 'Consequências', ela foi substituída por uma dublê


27/01/2021 04:00 - atualizado 27/01/2021 08:02

Keira Knightley em cena de Desejo e reparação, filme lançado em 2008(foto: Universal/divulgação)
Keira Knightley em cena de Desejo e reparação, filme lançado em 2008 (foto: Universal/divulgação)
A luta por uma indústria cinematográfica mais justa em relação à forma como as mulheres são representadas em filmes ganhou um capítulo importante esta semana. A atriz britânica Keira Knightley afirmou, em entrevista ao podcast Chanel Connects, que não pretende mais fazer cenas de sexo dirigidas por homens.

A estrela de Piratas do Caribe, indicada ao Oscar duas vezes, por Orgulho e preconceito (2006) e O jogo da imitação (2015), e ao Globo de Ouro, por Desejo e reparação (2008), já impunha em seus contratos, desde 2015, cláusulas que vetavam cenas de nudez. Porém, a recente declaração questiona de forma mais contundente a exposição feminina em cena.

Keira cita o olhar masculino como o problema principal desse tipo de abordagem. “Naquelas cenas de sexo horríveis, você está toda besuntada e todo mundo está grunhindo. Não estou interessada em fazer isso”, avisou. “Não é uma proibição absoluta, mas prefiro que não seja com homens”, reforçou a atriz, de 35 anos. De acordo com ela, sua decisão é “parcialmente por vaidade, parcialmente pelo olhar masculino”.

“Há momentos em que digo: sim, vejo completamente onde o sexo seria realmente bom neste filme e basicamente é preciso alguém para parecer sensual. Porém, você terá de usar outra pessoa, porque sou muito vaidosa, este corpo teve dois filhos e simplesmente prefiro não ficar nua na frente de um grupo de homens”, completou.

Ao comentar a importância de um olhar específico a respeito de gênero, ela exemplificou: “Se estivesse fazendo uma história sobre a jornada da maternidade e da aceitação do corpo, eu sinto muito, mas isso teria que ser com uma cineasta (...). Estaria totalmente pronta para explorar isso com uma mulher, que me entenderia. Me sinto desconfortável tentando retratar o olhar masculino.”

Como outras atrizes, Keira protagonizou cenas de sexo e nudez. Foi o caso do drama Desejo e reparação, dirigido por Joe Wright, e de A duquesa (2008), de Saul Dibb. Na época, em entrevista à agência EFE, ela declarou não ter problemas com esse tipo de trabalho e que até se divertiu contracenando com o ator Dominic Cooper.

Em um de seus filmes mais recentes, Consequências, lançado em 2019 e dirigido por James Kent, a personagem aparece em cenas de nudez parcial, mas interpretadas por uma dublê de corpo.

NOVA DENÚNCIA

Asia Argento, atriz italiana e figura-chave do movimento MeToo, acusou Rob Cohen, diretor de Velozes e furiosos, de abuso sexual. Em entrevista no fim de semana ao jornal Corriere della Sera, ela denunciou a agressão praticada por Rob Cohen em 2002.

“É a primeira vez que falo sobre Cohen. Ele abusou de mim me fazendo beber GHB, tinha uma garrafa”, afirmou, referindo-se à droga usada por estupradores. “Naquela época, não sabia muito bem o que era. Acordei de manhã nua em sua cama.” Segundo Asia, a agressão ocorreu na época em que ela filmava o longa Triplo X, dirigido por Cohen.

A atriz e diretora, de 45 anos, foi uma das primeiras a denunciar o abuso sexual no mundo do cinema, o que contribuiu para o surgimento da campanha MeToo. Em 2017, a italiana revelou que o produtor americano Harvey Weinstein a estuprou em 1997, quando tinha 21 anos. Ele cumpre 23 anos de prisão nos Estados Unidos por agressão sexual e estupro. Esta semana, uma juíza americana determinou que Weinstein pague US$ 17 milhões às suas vítimas. (Com agências)

Personagens de
KeIra Knightley

» 1995 – Inocentes mentiras
Jovem Celia

» 1999 – Star Wars episódio I: 
A ameaça fantasma
Sabé

» 2003 – Piratas do Caribe: 
A maldição do Pérola Negra
Elizabeth Swann

» 2003 – Simplesmente amor
Juliet

» 2004 – Rei Arthur
Guinevere

» 2005 – Orgulho e preconceito
Elizabeth Bennet

» 2006 – Piratas do Caribe: O baú da morte
Elizabeth Swann

» 2007 – Piratas do Caribe: No fim do mundo
Elizabeth Swann

» 2008 – Desejo e reparação
Cecilia Tallis

» 2008 – Amor extremo
Vera Phillips
» 2010 – O último guarda-costas
Charlotte

» 2011 – Um método perigoso
Sabina Spielrein

» 2012 – Anna Karenina
Anna Karenina

» 2014 – Encalhados
Megan

» 2015 – Evereste
Jan Hall

» 2016 – Beleza oculta
Amy

» 2017 – Piratas do Caribe: 
A vingança de Salazar
Elizabeth Swann-Turner

» 2018 – Colette
Colette

» 2018 – Berlim, eu te amo
Jane

» 2019 – Consequências
Rachael Morgan

» 2020 – Misbehaviour
Sally Alexander


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade