Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Vinny e LS Jack lançam o EP 'Volume 1', de olho na vacina contra a COVID

Projeto marca a antiga parceria do cantor com a banda carioca, veteranos da cena pop rock. Vinny espera voltar ao palco no segundo semestre, após a vacinação


18/01/2021 04:00 - atualizado 18/01/2021 07:38

Vinny (ao centro) e LS Jack gravaram o novo EP nos Estúdios Mega, no Rio de Janeiro, onde se sentem em casa(foto: Markos Fortes/Divulgação)
Vinny (ao centro) e LS Jack gravaram o novo EP nos Estúdios Mega, no Rio de Janeiro, onde se sentem em casa (foto: Markos Fortes/Divulgação)
A pandemia supreendeu Vinny e a LS Jack, mas não tirou o pique do cantor e da banda carioca, veteranos do pop rock brasileiro. Dando sequência ao projeto que começou no início de 2020, eles acabam de mandar para as plataformas de streaming o EP Volume 1, gravado durante o período de confinamento social.

A banda e o cantor aguardam com ansiedade o início da vacinação. “Acho que 2021 será muito especial, principalmente a partir da metade do ano. Se Deus quiser, a gente já terá sido vacinado e poderá tocar novamente. Nosso desejo é estar de volta ao palco, viajar o país inteiro mostrando o que a gente mais gosta de fazer”, comenta Vinny.

"2021 será muito especial, principalmente a partir da metade do ano. Se Deus quiser, a gente já terá sido vacinado, podendo tocar novamente" Vinny, cantor



INÉDITA

O novo EP traz a faixa inédita O que eu odeio em você. O bonus track Pela primeira vez ganhou versão em espanhol feita por Karina Lusbin, companheira de Vinny. As outras canções são No que depender de mim, Uma carta e Universo paralelo.

A ideia de gravar Volume 1 surgiu antes da pandemia. “Na época, ainda não havia aquela perspectiva sombria em relação a 2020. A gente sonhava juntar os repertórios, voltar para a estrada e começar a tocar, muito por conta da nossa proximidade, pois somos amigos há mais de 20 anos”, explica Vinny.
A chegada da COVID-19 impôs um desafio para os artistas. “Pensávamos no que fazer durante a quarentena. Não podíamos ficar parados, com nosso trabalho estacionado. Então, demos vazão à composição e decidimos ir juntos para o estúdio”, relembra o cantor.

O projeto se volta para a união dos repertórios de Vinny e da banda, apostando na química dos encontros deles. Essa parceria, aliás, já é antiga. A canção LS Jack, que batizou o primeiro álbum do grupo, em 1999, foi composta pelo próprio Vinny e fez parte da trilha sonora da novela Vila Madalena, da TV Globo.

O cantor diz que todos fizeram testes para COVID-19 durante as gravações, adotando  os cuidados recomendados pelo protocolo sanitário.

“Entramos para o estúdio, que foi totalmente sanitizado, e começamos a gravar o primeiro single. Quando estávamos gravando a segunda canção, tivemos contato com o Ronaldo Lima, nosso antigo produtor na Indie Records, que nos convidou para registrar um especial no Mega”, relembra.

Vinny e LS Jack revelam carinho especial pelo projeto. “Foi muito legal, meio mágico, pois voltamos para o estúdio que conhecemos como a palma da mão. Lá, gravamos tanto eu, em minha carreira solo, quanto a LS Jack. A gente se sentiu em casa naquele megaestúdio maravilhoso”, diz o cantor. “Foi um dia carregado de emoções, sensações legais e de boas lembranças. Não gravamos apenas o áudio, mas um vídeo que vem sendo lançado aos poucos.”

O estúdio resgatou boas lembranças, mas, durante o confinamento, o processo de trabalho ocorreu também por WhatsApp. “Acho que 90% do que produzimos foi por meio dele. De sua casa, cada um mandava (músicas) para o nosso grupo, só falamos de músicas novas. A gente não para, todos os dias tem coisa nova por lá.”

Para Vinny, o método via WhatsApp é democrático, além de “quebrar o galho” durante o isolamento. “É muito legal, pois tem aquela coisa de 'gostei' e 'não gostei'. Sem egos, apenas com o objetivo de encontrar o que realmente tem a ver com a parada. Isso está dando muito certo.”

Vinny agora deu um tempo na carreira solo para se concentrar no projeto com a LS Jack. “Estou totalmente inserido nesse contexto, a gente está fechado mesmo. Depois, quem sabe?”, diz.

Vitor Queiroz, baixista da LS Jack, destaca a emoção que cercou Volume 1. “Gravamos o EP nos Estúdios Mega da nossa antiga gravadora, a Indie Records. Vinny e LS Jack faziam parte do cast. Não pisávamos naquele estúdio há mais de 15 anos. Foi realmente emocionante.”

FUTURO

De acordo com ele, o projeto remete ao passado e também ao futuro. “No início de 2020, nos juntamos ao Vinny para fazer shows em que metade do repertório era dele e metade nosso. Mantivemos acesa a chama de novas músicas e produções”, garante.

A intenção inicial era lançar uma inédita a cada três meses, mas as coisas ganharam novo rumo. “Em março, foi Esquece a solidão e sai. Três meses depois, No que depender de mim. Depois disso a gravadora nos contratou”, relembra o baixista. Foi assim que a ideia inicial de lançar singles evoluiu para o EP, que chega acompanhado do vídeo que será divulgado em breve.

(foto: reprodução)
(foto: reprodução)
 

VOLUME 1

. De Vinny e 
  LS Jack
. EP
. Seis faixas
. Indie Records
. Disponível nas 
plataformas digitais


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade