Publicidade

Estado de Minas Uai, Indica Essa

A primeira semana da Disney+ no Brasil: catálogo, preço e problemas

Fãs brasileiros da empresa estavam ansiosos pela estreia do streaming no país, mas nem tudo foi um conto de fadas neste começo


27/11/2020 13:00 - atualizado 27/11/2020 14:30

Se a sua infância e adolescência foram marcadas por programas como Hannah Montana, Zack & Cody, Feiticeiros de Waverly Place ou por qualquer série da Disney, muito provavelmente a estreia do Disney+ no Brasil consumiu grande parte do seu tempo durante a última semana. Isso porque o serviço fez sua estreia no país em 17 de novembro. O “Uai, Indica Essa” faz um balanço dessa primeira semana.
 

A plataforma estreou em 12 de novembro de 2019 nos Estados Unidos, Canadá e Países Baixos. O serviço foi expandido para a Austrália, Nova Zelândia e Porto Rico uma semana depois. E, desde, então os fãs brasileiros estavam ansiosos à espera do serviço no país. O streaming oferece filmes e séries de televisão produzidos pelo The Walt Disney Studios e Walt Disney Television, além de conteúdos de outras franquias e marcas, como Marvel, National Geographic, Pixar e Star Wars. 
 

Produções originais
Entre as produções originais do catálogo estão 10 filmes e sete séries produzidos para a plataforma em novembro de 2019. Como a série High School Musical:The Musical, que é um drama romântico, musical e documentário, passado em uma versão fictícia do colégio East High, em Salt Lake City, Utah, onde os filmes musicais do famoso filme High School Musical foram filmados.

Uma ex-integrante do elenco começa a trabalhar como a nova professora de teatro e decide encenar uma performance do musical para sua primeira produção teatral de inverno e para celebrar a afiliação da escola ao filme original. 
 
 
 
The Mandalorian, a série de maior sucesso do streaming da Disney (foto: Divulgação/Lucasfilm)
The Mandalorian, a série de maior sucesso do streaming da Disney (foto: Divulgação/Lucasfilm)
The Mandalorian
O conteúdo exclusivo de maior sucesso é The Mandalorian, um spin-off da saga Star Wars. A série está em sua segunda temporada e se tornou o principal produto da plataforma. Para critério de comparação, ela é cinco vezes mais vista do que qualquer outro produto no serviço. A primeira temporada de The Mandalorian estreou em 16 de novembro na TV aberta brasileira e foi vista por 35 milhões de pessoas.


Problemas na estreia
No Brasil, o Disney chegou com algumas pendências no catálogo, como episódios faltando e filmes fora da lista. A série High School Musical:The Musical é uma delas, na estreia só o primeiro episódio estava disponível. Além disso, outra crítica de usuários nesse começo é quanto à falta de legenda para alguns filmes. Por decisões criativas, segundo informou a empresa, o musical Hamilton e Black Is King, o álbum visual da cantora Beyoncé, não foram legendados para o português, por exemplo.


Preço do Disney no Brasil
O Disney custa R$ 27,90 na opção da assinatura mensal e R$ 279 no plano anual, o que corresponde a R$ 23,25 por mês. Na opção de 1 ano, a Disney concede um desconto equivalente a 2 meses, ou seja, em vez de pagar 12 parcelas cheias, o assinante desembolsa o valor referente a 10 mensalidades apenas.
 
Número de assinantes
Inicialmente, a empresa previu que teria entre 60 e 90 milhões de assinantes após cerca de cinco anos de lançamento. Em vez disso, atingiu isso em apenas seis meses, mesmo operando em poucos países ainda. No início de maio de 2020, eram 54,5 milhões de assinantes. Em agosto foi divulgado que o serviço chegou a 60,5 milhões de usuários no mundo todo. E no começo de outubro chegou a 73,7 milhões de assinantes.

(*Estagiária sob supervisão do subeditor Rafael Alves)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade