Publicidade

Estado de Minas

Beth Carvalho recebe tributo de bloco de BH

Me Beija Que Eu Sou Pagodeiro homenageia sambista em seu sétimo desfile no pré-carnaval


postado em 12/02/2020 04:00

Beth Carvalho    
ME BEIJA QUE SOU PAGODEIRO

(foto: Guto Costa/Divulgação)
(foto: Guto Costa/Divulgação)
A sambista Beth Carvalho receberá homenagem do Me Beija Que Eu Sou Pagodeiro. Em seu sétimo desfile, no domingo (16), o bloco vai prestar tributo a uma das maiores estrelas da música brasileira. Frequentadora assídua dos pagodes cariocas, especialmente os do Cacique de Ramos, Beth é a voz dos ‘sambas animados’, ritmo chamado de raiz do pagode. Foi a cantora quem “tirou” o pagode das rodas de fundo de quintal e apresentou nomes como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Xande de Pilares, Jorge Aragão, Almir Guineto e o grupo Fundo de Quintal, entre outros. Por isso, foi apelidada de Madrinha do Pagode. No desfile do dia 16, Marcelo Veronez, Aline Calixto e passistas do Favelinha Dance serão convidados. A roda de pagode começa às 10h, em frente à Sala Minas Gerais (Rua Tenente Brito Melo, 1.090, Barro Preto) e, às 12h será o encontro com o trio. Nesta quinta (13), o Me  Beija Que Eu Sou Pagodeiro tem ensaio aberto no Catavento Cultural (Rua Ozanam, 700, Ipiranga).

Nobel da música
Diane Warren e Anna Netrebko

(foto: Robyn Beck/AFP)
(foto: Robyn Beck/AFP)
A cantora e compositora americana Diane Warren (foto) e a soprano russa Anna Netrebko são as vencedoras do Polar Music Prizes, prêmio sueco conhecido também como o Nobel da Música. A comissão julgadora da premiação chamou Diane Warren de "mestre em escrever para a voz humana" e disse que suas músicas "incluem a rara combinação de ser cativantes e complexas o suficiente para serem ouvidas centenas de vezes".Já Anna Netrebko foi definida como "uma cantora enorme que mantém os clássicos vivos, esgota os ingressos de todas as suas apresentações e chama a atenção de um novo público para a ópera". Entre artistas já premiados  estão Sting, Patti Smith, Paul McCartney e Joni Mitchell, além das bandas Pink Floyd, Led Zeppelin e Metallica. Os vencedores ganham cerca de US$ 103 mil. A cerimônia de entrega será em Estocolmo, em 9 de junho.

QUARTAAUTORAL
Cliver Honorato e Juliano Policarpo

Nesta quarta (12), Cliver Honorato e Juliano Policarpo são os convidados do Projeto Quartaautoral, no Bar do Museu Clube da Esquina (Rua Paraisópolis, 738, Santa Tereza). Cliver é músico e compositor, nascido em Belo Horizonte. Tem disco gravado em 2017 com canções de rock, jazz, bossa e samba, todos de sua autoria. Já Juliano Policarpo, que também é cantor e músico, fará apresentação com obras de sua autoria, inspirada em momentos de sua vida e em detalhes repletos de arte e do cancioneiro. Os shows começam às 21h e os ingressos custam R$ 10 na bilheteria ou no site www.bardomuseuclubedaesquina.com.
Informações: (31) 2512-5050 ou 99688-0558.

BINHO BARRETO
BOLETO PROBLEMA

(foto: Papelicula/divulgação)
(foto: Papelicula/divulgação)
O artista Binho Barreto (foto) é o convidado do projeto  Processos Compartilhados do CCBB Educativo para ministar o curso Boleto problema, nesta quarta (12), às 14h, no CCBB – BH (Praça da Liberdade, 450, Funcionários). Cuidar da vida financeira nem sempre é fácil e pode ser ainda mais complexo para quem administra uma carreira artística. O curso traz aos participantes diversas noções de organização financeira, planejamento de carreira, portfólio e elaboração de projetos. Informações: (31) 3431-9400.

OSCAR
AUDIÊNCIA EM BAIXA

A transmissão da 92ª edição dos Prêmios da Academia alcançou na noite de domingo (9) a pior audiência de sua história, com apenas 23,6 milhões de espectadores nos Estados Unidos, uma forte queda em comparação com o ano passado, segundo a rede de TV ABC. Em 2019, pararam em frente aos televisores americanos para assistir ao Oscar, prêmio mais famoso do cinema, 29,6 milhões de pessoas. Em 2018, apenas 26,5 milhões assistiram, o menor número até aquele momento.  A edição de 2020, certamente, será lembrada por ter premiado como melhor filme Parasita, primeiro longa-metragem de língua estrangeira a ganhar a estatueta mais cobiçada. Pelo segundo ano consecutivo, os organizadores decidiram excluir a figura do apresentador único, na esperança de repetir o sucesso de 2019, mas as atuações das estrelas que se revezaram fazendo piadas e apresentando os prêmios foram em geral decepcionantes.

FESTIVAL DE VERÃO
VALE DO AÇO

(foto: Instituto Usiminas/divulgação)
(foto: Instituto Usiminas/divulgação)
A quinta edição do Festival de Verão Vale do Aço, que termina no domingo (16), reserva programação diversificada na reta final, com cinema, teatro, dança, música e aulões gratuitos na programação realizada pelo Instituto Usiminas. Nesta quarta (12), terá sessão gratuita do filme Los silencios, às 19h30, no Teatro do Centro Cultural Usiminas. Na quinta-feira (13), no mesmo local, é dia de samba com o grupo Que Samba Bom (foto), às 20h; e de drama no Teatro Zélia Olguin com a peça Bombyx mori – de lagarta a mariposa, também às 20h. Para as atrações pagas, o público pode comprar ingresso no valor de meia-entrada mediante a doação de 1kg de alimento a ser destinado para entidades da região. Informações e programação completa no www.institutousiminas.com.


Publicidade