Publicidade

Estado de Minas

DVD de Moyseis Marques traz participação especial de Chico Buarque

Mineiro criado no Rio de Janeiro, o cantor e compositor comemora seus 20 anos de carreira com 'Passatempo'. Repertório traz samba, reggae, forró, ijexá e MPB


postado em 23/07/2019 04:08

Moyseis Marques comemora com DVD seus 20 anos de carreira (foto: Elena Moccagata/Divulgação)
Moyseis Marques comemora com DVD seus 20 anos de carreira (foto: Elena Moccagata/Divulgação)

Nascido em Juiz de Fora e radicado no Rio de Janeiro, o cantor, compositor e instrumentista Moyseis Marques comemora 20 anos de carreira com DVD de 23 faixas viabilizado por financiamento coletivo. Passatempo traz a participação especial de Chico Buarque na faixa Subúrbio. O CD reúne 18 canções.

Moyseis vem se aproximando cada vez mais da MPB. “Embora tenha ligação muito forte com o samba e com o forró pé de serra, esse som é mais abrangente, pois há ijexás (ritmo nigeriano) e até um reggae de Bob Marley (Is this love?). Na verdade, é um apanhado das minhas andanças até agora”, explica.

“É o melhor dos meus cinco discos. O DVD foi feito com uma banda de 11 pessoas. Traz arranjos meus, repaginados. Na realidade, é um pouco de todos os meus discos, de minha carreira”, observa.

O projeto de Marques tem a sonoridade da Vila da Penha, subúrbio de Rio de Janeiro onde ele morou. “Cresci ali, em meio aos grupos de samba e pagode dos anos 1980/1990, embora profissionalmente não tenha começado tocando samba”, conta. O início da carreira ocorreu em barzinhos do Rio de Janeiro, em shows “voz e violão”. Em 1999, ele montou uma banda de forró pé de serra. “Faço bailes até hoje. Eles são uma espécie de laboratório, posso testar meus sons e receber meus convidados.”

O artista mantém vários projetos. “Sobrevivo com uma roda de samba, um trio de forró e meu show autoral. Faço também voz e violão, além de muitas participações por aí”, diz. Moyseis também é ator. Trabalhou em Ópera do malandro, excursionando durante dois anos com a Companhia Barca dos Corações Partidos.

O processo de gravação do DVD demorou dois anos e quatro meses. “Ali estão a voz e o violão de barzinho, o cantor, o intérprete, o compositor, o forró pé de serra, os sambas carioca, mineiro, baiano e de raiz”. Há também o teatro, representado pela Ópera do malandro, “e o Chico Buarque, que vem me abençoando, dando seu aval e colocando a cereja no bolo”, orgulha-se.

“Além disso, tenho muitas coisas inéditas, que penso gravar a qualquer hora. Sou parceiro de Wilson das Neves, Aldir Blanc, Ney Lopes, Joyce, João Cavalcanti, Pedro Miranda e Ana Costa”, diz. “Acontece que a cabeça da gente sempre chega na frente, pois nem bem terminamos um projeto, já estamos pensando em outro.”

PASSATEMPO
• De Moyseis Marques
• Biscoito Fino
• DVD (23 faixas)
• CD (18 faixas)
• R$ 40 (DVD) e R$ 30 (CD)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade