Publicidade

Estado de Minas LITERATURA

Conexão com os adolescentes

Livro escrito por psicólogas e designer aborda relação entre pais e filhos. Obra lançada em meio à pandemia propõe reflexão sobre sentimentos na adolescência


08/05/2022 04:00


 
Quais são as redes de apoio existentes para se discutir a maternidade de adolescentes? Quais canais de diálogo unem mães e pais em torno das complexas questões que envolvem essa fase tão transformadora da vida dos filhos?

Foi a partir dessas reflexões que as psicólogas Anna Cláudia Eutrópio e Carolina Dantas e a designer e gestora editorial Carolina Lentz lançaram, em meio à pandemia e de forma independente, o livro “Meu adolescente: Memórias, diálogos e conexões”. A leitura e os exercícios propostos convidam mães e pais a olharem com mais consciência, ressignificando acontecimentos e sentimentos marcantes da adolescência.
 
 
 Carolina Lentz, Anna Cláudia Eutrópio e Carolina Dantas
Da esquerda para a direita: Carolina Lentz, Anna Cláudia Eutrópio e Carolina Dantas, autoras do livro "Meu adolescente: Memórias, diálogos e conexões (foto: Arquivo pessoal/Divulgação )
 
“Somos três mulheres adultas, mães, que viveram as próprias adolescências de formas diferentes e que tiraram muitas aprendizagens dessas experiências. Somos três mulheres que acreditam que um mundo mais pacífico é possível e que, para isso, precisamos, sempre, sentar e conversar; conversar com todo mundo, mas, principalmente, em família”, escreveram as autoras.

Elas explicam que fazer esse movimento de conexão e cuidado com seu adolescente interior, vai ressoar nas relações com seus filhos adolescentes de maneira leve e, ao mesmo tempo, intensa. Escrito em tópicos que vão facilitar o diálogo com seu filho jovem, a obra é dividida em sete capítulos: “Família”, “Comunicação”, “Amizades”, “Sexualidade”, “Transgressões”, “Escola” e “Mídias”.

“Cada mãe é única e todo filho também. O que pode ajudar muito as famílias a passarem por essa fase junto com seu adolescente de forma mais saudável é compreender a adolescência por lentes atualizadas, buscando informações confiáveis sobre o processo. Muito do que ouvimos ou registramos lá da nossa adolescência já não cabe mais. Então, é muito importante se atualizar”, esclarece Dantas.

Enquanto na infância, as mães estão preocupadas com questões referentes ao desenvolvimento motor, como desfralde e amamentação, e questões práticas, como dar banho, as mães de adolescentes vão deixando de ter o trabalho mais ‘braçal’ e devem se preocupar em aprimorar ainda mais sua percepção e o diálogo. “Meu adolescente: Memórias, diálogos e conexões” deixa claro que os filhos são os principais mensageiros, ou seja, são eles que vão dar sinais e pedir atenção, presença, afeto e amor.

“Esses pedidos são diferentes dos da infância e muito dificilmente um adolescente vai ficar atrás dos pais pedindo presença e demandando atenção, como geralmente fazem os pequenos. Adolescentes mostram que estão precisando de seus pais por meio de comportamentos e atitudes que precisam ser decifrados. E muitas vezes só conseguem essa atenção quando provocam algum problema ou se colocam em situações de risco, por exemplo”, conclui a psicóloga.

A obra destaca a importância das trocas familiares, que elas possam criar espaços acolhedores para que todos dela façam parte, seja expressando angústias, recebendo apoio nas fragilidades e celebrando as conquistas.

A melhor maneira, portanto, de tomar consciência do quanto essa fase demanda a presença e uma atuação amorosa e consciente por parte dos pais é quando esses pais passam a olhar e prestar atenção em seus filhos. Espaços de troca, partilhas, mídia atualizada e consciente, canais de informação, como círculos de palestras e livros, também são formas de ampliar as discussões e reflexões sobre as adolescências e os adolescentes.

Pensando em tudo isso, o livro, que teve sua primeira edição esgotada no início de 2022, de maneira 100% orgânica e espontânea, será relançado em evento inédito que ocorrerá em 21 de maio, em Belo Horizonte. As autoras vão realizar um encontro com rodas de conversa e debates, sobre temas que têm inquietado as famílias de adolescentes, como sexualidade, isolamento, agressividade, dificuldades de comunicação, medos e inseguranças que a adolescência dos filhos traz.

Esse evento é ainda mais oportuno no contexto pandêmico: neste momento, é preciso também tratar, especificamente, de como pais, educadores e tutores podem contribuir para minimizar os efeitos da pandemia sobre os adolescentes.

* Estagiária sob supervisão 
da editora Ellen Cristie


 
livro meu adolescente
 
Serviço

Título: 1º Encontro de Mães 
Meu Adolescente

Data e horário: 21 de maio de 2022, das 8h30 às 13h30

Local: Auditório do Condomínio MedCenter (Rua dos Otoni, 909, Santa Efigênia, Belo Horizonte, MG)

Inscrições e mais informações: através do Sympla (1º Encontro de Mães Meu adolescente), até 20/5

Contatos: Instagram – @meuadolescente ou Whatsapp – (31) 99621-3732 (Carolina Lentz)

Observações: o evento será transmitido ao vivo. Há opções de inscrições presencial e on-line. Todas as inscrições incluem um exemplar do livro “Meu adolescente: Memórias, diálogos, conexões”


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade