Publicidade

Estado de Minas Hora para se priorizar e ter prazer

Massagem é uma forma de se amar, ser feliz e relaxar

E também determinar que, naquele instante, não há nada nem ninguém mais importante


12/09/2021 04:00 - atualizado 12/09/2021 08:28

"Investir na saúde física e mental com massagens semanais é uma meta necessária para uma vida mais saudável e feliz" - Fátima Sousa, massoterapeuta (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Massagem não é luxo. É acessível e necessária para a saúde mental, física e bem-estar de quem busca qualidade de vida. E se presentear e escolher instantes de prazer na rotina cada vez mais atropelada, que não perdoa ninguém. “A massagem contribui para diminuir as respostas que o corpo assume em decorrência do estresse físico e mental. Essas respostas se apresentam em formas de tensão e nódulos musculares. Atividade física em excesso, posturas erradas e fadiga mental podem intensificar essas tensões. E a massagem tem o poder de atuar tanto no físico como na mente. Ter um tempo para cuidar do corpo e aliviar as tensões é uma prática que traz muitos benefícios para o bem-estar”, afirma a fisioterapeuta Samira Ribeiro, proprietária do Studio Casa Verde, no Bairro Caiçara, que recomenda a massagem tanto para seus pacientes como também é adepta.

Para Samira Ribeiro, seria benéfico que as pessoas pudessem inserir na rotina os cuidados com o corpo e a mente. E fazer massagem de forma periódica ajuda a ter equilíbrio mental e conforto físico, aliviando as dores e tensões adquiridas com o estresse. Não existe uma regra de quanto em quanto tempo. Há quem busque apenas quando há alguma dor ou incômodo e aqueles que fazem de forma regular, semanalmente, como prevenção e autocuidado.

Conforme Samira Ribeiro, existe uma relação entre a fisioterapia e a massagem. “A fisioterapia valida as técnicas de massagem ao resgatar as terapias manuais, que são técnicas curativas por meio do toque. As liberações miofasciais através do deslizamento, amassamento e percussões ajudam o tecido muscular e facial a se hidratarem, melhorar a estrutura, e equilibram o sistema muscular com informações mais precisas sobre o posicionamento corporal e, consequentemente, melhoram o humor.”
 
A fisioterapeuta alerta que geralmente a massagem é indolor e não pode trazer sequelas como hematomas (roxos na pele). Contudo, a técnica com uso de ventosas e a massagem redutora (aquela usada para perder gordura e diminuir as celulites) são exemplos de massagens que podem trazer os hematomas na pele por serem mais profundas e vigorosas. Já a relaxante deve trazer conforto e bem-estar. “As mãos firmes e assertivas do terapeuta nos pontos de tensão vão desfazendo os nódulos e as dores relatadas no início da sessão vão desaparecendo. Por isso, é fundamental a escolha de profissionais habilitados e qualificados para a realização de uma massagem. Parece ser uma técnica simples, mas envolve estudo e treinamento por parte do terapeuta para conseguir ter resultados satisfatórios.”

"Ter um tempo para cuidar do corpo e aliviar as tensões é uma prática que traz muitos benefícios para o bem-estar" - Samira Ribeiro, fisioterapeuta e proprietária do Studio Casa Verde (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)


Há ainda como receber os benefícios das massagens em situações pós-cirúrgica. Mas Samira Ribeiro alerta: “Elas precisam de liberação médica. São fundamentais para que os resultados estéticos sejam garantidos. A drenagem linfática pós-operatória, por exemplo, ajuda a diminuir os inchaços, melhora a circulação sanguínea e, consequentemente, melhora a cicatrização tecidual”. A terapêutica certa, no momento certo, influencia na saúde do paciente como um todo.

Negligenciar a necessidade da técnica de massagem pós-operatória põe em risco outras áreas do corpo. “Em minha prática clínica, já pude acompanhar vários casos em que não foi feita de forma correta e o paciente teve de fazer tratamentos para dores na coluna, para liberação das aderências formadas. Isso significa mais tempo e dinheiro investido na recuperação da saúde, sem contar no impacto psicológico para o paciente.”

Particularmente, Samira Ribeiro confessa que é uma grande fã das técnicas de massoterapia. “Faço pelo menos uma vez por semana com o objetivo de relaxar a musculatura e diminuir o estresse do dia a dia. Desde que descobri os benefícios das massagens de forma periódica, observo que minha semana é mais produtiva porque fico mais calma, concentrada e sem dores musculares. Sendo adepta e conhecendo os benefícios, sempre indico e presenteio minha família e amigos com sessões de massagens.”

O Studio Casa Verde oferece os serviços de massagem há 12 anos. E a procura é tanto de homens quanto mulheres, que que- rem, principalmente, alívio para o estresse e as dores musculares. “Durante a pandemia, a procura aumentou bastante devido à inadequação ergonômica no home office. O nosso protocolo exige muito cuidado e atenção, sem perder o carinho com o cliente. Nossos profissionais usam equipamentos de proteção individual, além da higienização das mãos e da sala, principalmente da maca, onde a pessoa tem muito contato. O ambiente arejado favorece a circulação do ar, principalmente durante a limpeza da sala e a pausa entre um horário e outro. Os materiais são descartáveis ou de uso individual, como os lençóis e toalhas. É importante salientar que, antes do atendimento, tanto os profissionais quanto os clientes não podem estar apresentando nenhum sintoma da COVID-19 e ambos devem permanecer de máscara durante todo o atendimento.”
 
UMA DÉCADA DE EXPERIÊNCIA 

Massoterapeuta há 10 anos, Fátima Souza conta que escolheu a profissão pela gratidão em poder ajudar o outro, principalmente neste momento de pandemia, em que as pessoas se encontram tão vulneráveis, estressadas e deprimidas. “É como mágica o poder do toque das mãos aliviar a dor, o estresse, as tensões do dia a dia, melhorar um quadro de depressão, promover saúde e bem-estar. Não tem preço”, diz.

Fátima Souza enfatiza que, além do relaxamento do corpo e da sensação de bem-estar, a massagem proporciona a diminuição do estresse, da ansiedade, do cansaço, melhora a insônia, alivia as tensões e dores musculares, melhora a circulação sanguínea, alívio das dores de cabeça, elimina toxinas do organismo e muito mais. “A massagem deveria fazer parte da rotina e até mesmo ser recomendada pelos médicos, uma vez que só traz benefícios à saúde. Durante a sessão de massagem, é liberado o hormônio cortisol, que ajuda a combater o estresse. Também há o aumento da dopamina, que é o neurotransmissor responsável pela sensação de prazer, por isso a pessoa se sente relaxada e muito bem. Investir na saúde física e mental com massagens semanais é uma meta necessária para uma vida mais saudável e feliz.”
 
A massoterapeuta explica que, além do Studio Casa Verde, faz atendimentos domiciliares. “Levo a maca portátil e os materiais. Devido à pandemia, para evitar aglomerações, muitos optam por receber a massagem em casa porque se sentem mais seguros e protegidos no aconchego do lar, sem deixar de receber os benefícios que a massagem proporciona, principalmente em tempos de isolamento social. Já no Studio Casa Verde, presto serviços há um ano e os atendimentos são personalizados, em ambiente ventilado, aconchegante e acolhedor. São feitos agendamentos prévios das massagens para evitar aglomerações, respeitando as normas da OMS para maior conforto e segurança de todos.”

Fátima conta que no atendimento o cliente é tratado com cordialidade e respeito. “O massoterapeuta preenche a ficha de anamnese do paciente, um documento confidencial, essencial, que precede qualquer terapia manual. É por meio dele que o terapeuta conhece o histórico clínico da pessoa e estabelece qual terapia melhor se adequa às suas necessidades”.
  
A massoterapeuta avisa ainda que o ambiente propício para a massagem é tão importante quanto a própria massagem: “É necessário um espaço limpo e organizado, com ventilação, tranquilo, silencioso, com pouca luminosidade, aconchegante, com uma música relaxante, aromatizado com óleos essenciais que irão potencializar os benefícios da massagem e induzir o paciente ao relaxamento profundo”.

 
  

 
 






receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade