Publicidade

Estado de Minas Saúde pet

Outubro Rosa Pet alerta para câncer de mama em gatas e cadelas

A iniciativa é da rede de ensino superior Una, que fará atendimentos gratuitos de pets fêmeas neste sábado (24). As inscrições estão abertas; campanha nacional terá palestras transmitidas on-line, entre 26 e 29 de outubro


23/10/2020 11:51 - atualizado 23/10/2020 15:45

O exame de palpação é um dos primeiros contatos entre o médico veterinário e os pets, a fim de diagnosticar a existência de nódulos(foto: Una/Divulgação)
O exame de palpação é um dos primeiros contatos entre o médico veterinário e os pets, a fim de diagnosticar a existência de nódulos (foto: Una/Divulgação)
Neste sábado (24), a Una Linha Verde vai oferecer atendimento e cuidados veterinários para pets fêmeas gratuitamente, em razão da campanha Outubro Rosa Pet. O evento ocorrerá a partir das 14h, no estacionamento da faculdade, e terá como principal iniciativa a conscientização e prevenção do câncer de mama em gatas e cadelas. O projeto é uma ação realizada pelo curso de medicina veterinária da universidade. 

Os exames veterinários serão realizados pelos alunos do curso de medicina veterinária da instituição e contará com a supervisão de professores especialistas. A fim de evitar aglomerações, em função da pandemia, os interessados em participar da ação devem se inscrever e agendar o atendimento por meio do número de telefone: (31) 99522-8169. 

“É uma grande realização poder ver nossos alunos aplicando os conhecimentos teóricos e práticos em prol da prestação de serviços à comunidade. Realizamos previamente treinamentos práticos com os alunos, discussões técnicas e agora eles terão essa abordagem social aplicando tudo o que aprenderam sobre esse tema. E nossas equipes estão prontas para atender, respeitando todas as medidas de prevenção ao COVID-19, até 80 animais no período total do evento”, destaca o médico veterinário, mestre e professor do curso de medicina veterinária da Una Linha Verde Bruno Generoso. 

Entre as inspirações para que o projeto ganhasse vida estão o importante papel da universidade na disseminação de informações técnicas, conforme citado pelo professor, e, também, demais campanhas feitas no mesmo âmbito por outras instituições. “Sabemos que grande parte da população não tem acesso à informação e temos essa função em disseminar informações e contribuir para a melhor qualidade de vida dos animais e de seus tutores.” 

“E a ideia foi apresentada pelos próprios acadêmicos. Algumas instituições já realizam esse procedimento e eles se inspiraram nessa atividade para realizar neste sábado um atendimento em vários animais da comunidade. Uma espécie de sábado com foco em atendimento preventivo”, completa. 

O que é o câncer de mama em pets? 


Bruno explica que, ao contrário do que muitos pensam, gatas e cadelas podem sim ser acometidas por câncer de mama. Não à toa, de acordo com o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), cerca de 45% das cadelas e aproximadamente 30% das gatas desenvolvem algum tipo de tumor no Brasil. Destes, 85% são de caráter maligno

“O câncer de mama é uma neoplasia que tem relação direta com o tipo de ciclo estral – fase reprodutiva – da cadela e suas variações hormonais, o que a torna mais predisposta a desenvolver a doença. Podem ocorrer por diversos fatores, porém é muito correlacionada a animais não castrados devido às características do ciclo”, explica. 

O médico veterinário pontua, ainda, que o diagnóstico tardio pode comprometer o tratamento e a sobrevivência do animal. Justamente por isso, Bruno destaca a importância de que o reconhecimento da doença ocorra o mais precocemente possível. Para isso, o diagnóstico externo é feito a partir do exame das mamas, por meio de palpação.  

Deste modo, segundo o professor, qualquer aumento de volume ou existência de um nódulo pode ser um indício de câncer, portanto, a condição em questão deve imediatamente ser comunicada ao médico veterinário que irá proceder os exames complementares

“Comumente relatamos diagnósticos mais frequentes em fêmeas caninas, independentemente de raça. Porém, pode sim haver uma maior predisposição racial. Já o tratamento pode conter duas fases: clínica e cirúrgica – remoção da cadeia mamária –, sempre determinada pelo médico veterinário oncologista.” 

Previna seu pet! 


Bruno dá dicas de a prevenção do câncer de mama pode ser feita pelo tutor. Segundo o especialista, a principal medida preventiva é a castração. Além disso, as recomendações são para que um acompanhamento com o médico veterinário seja feito ao menos semestralmente

“A rotina na clínica veterinária para recuperar animais com essa patologia é grande e com custos altos. Precisamos de ações preventivas como ocorre na população humana. Cuidados e exames rotineiros com o pet podem prevenir a ocorrência do câncer de mama. Sabemos que a perda de um pet pode gerar um grande impacto emocional nas famílias. Vamos prevenir, cuidar também deste membro da família”, diz Bruno. 
 

Campanha no Brasil


O Outubro Rosa Pet é um evento nacional para conscientizar a população a respeito da prevenção do câncer de mama em animais de estimação. A campanha acontece desde 2014 e, todos os anos, são realizadas palestras educativas para estudantes e profissionais. Além disso, ocorrem oficinas para atender os pets e conscientizar os tutores sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. 

Em 2020, em virtude das limitações provocadas pela pandemia, o Outubro Rosa Pet Brasil terá a transmissão de palestras on-line, entre os dias 26 a 29 de outubro, das 19h às 21h. Serão palestras com profissionais renomados de todo o país para conscientizar estudantes, profissionais e tutores sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama em animais. 

A programação completa, com temas e horários está neste link.
  

*Estagiária sob a supervisão da editora Teresa Caram 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade